Gatos domésticos e os dias de calor

Os gatos gostam do calor, mas na sua justa medida pois, assim como acontece connosco, também ficam desconfortáveis, e nos dias de altas temperaturas podemos observar que ficam mais quietos que o habitual, até comem menos.

Ficam esticados no chão (principalmente naqueles mais frescos) e passam as horas a descansar e só ficam mais ativos quando arrefece mais de noite. Sombra, ventilação, lugares onde não bate tanto o sol e os nossos amigos felinos sentir-se-ão confortáveis e tranquilos.

Por muito que os gatos adorem dormir ao sol, o forte sol do verão é bem diferente que o sol de uma tarde de outono ou de uma manhã de primavera.

Conselhos para ajudar os nossos gatos a passar os dias de calor

Proporcionar ao gato água limpa e fresca. A água deve ser renovada frequentemente pois não são poucos os gatos que rejeitam a água parada, e sim são muitos os que adoram os bebedouros automáticos ou, até mesmo, a água que cai da torneira, pois nos dois casos está fresquinha e em movimento.

Não te esqueças que os gatos hidratam a sua pele, com a sua língua pois lhes permite manter uma excelente higiene e arrefecer-se. Com ela cobrem a sua pelagem com uma camada de água, que ao se evaporar, proporciona uma sensação agradável de frescor.

Os gatos, por natureza, não bebem muita água. Para estimulá-los a beber, uma série de conselhos:

  • É preferível que o comedouro e o bebedouro se encontrem separados, pois na natureza os gatos não aceitam comida que está em zonas húmidas, pois consideram que está em mau-estado.
  • É preferível que os bebedouros sejam amplos, de alumínio ou cerâmica e de cor clara. Os gatos gostam de ver a superfície e o fundo da água que consomem.

  • Não deixar o gato trancado em um quarto pequeno sem ventilação. Todos gostamos de poder nos movimentar com certa liberdade e dos ambientes confortáveis.
  • Alguns gatos gostam que passem toalhitas húmidas para refrescar-se ou simplesmente um pouco de água. Não é aconselhável usar um pulverizador, pois trata-se mais de dar uma massagem com as mãos molhadas que regar o animal.

  • Ao sair de viagem, se o gato ficar em casa, é aconselhável deixar à sua disposição abundante água, e ter a certeza de que alguém de confiança passará a renová-la, pelo menos de forma diária. Se ele for viajar connosco, é necessário parar frequentemente para que possa beber. Se percebemos que animal se estressa, podemos colocar no chão da caixa de transporte, toalhas húmidas para arrefecê-lo.

  • Nas épocas de muito calor é necessário diminuir o exercício. O instinto de correr, saltar, caçar e perseguir se mantém no verão. Mas nas altas temperaturas é desaconselhável manter sessões de brincadeira.
  • O comedouro, a caixa de areia e a sua cama, melhor na sombra.
  • Se vamos de carro, nunca deixar o gato trancado dentro do carro sob nenhuma circunstância, nem sequer com as janelas abertas. Se aumentassem as temperaturas, cozinham-se dentro literalmente.
  • Os cachorros e os idosos têm mais risco de sofrer um golpe de calor. Todas as medidas preventivas explicadas anteriormente devem ser extremas se o nosso gato for jovem demais ou idoso.

Evita ambientes mal ventilados, concentrações de calor ou excesso de humidade, já que podem provocar stress no animal, além de ter outras sérias consequências. Cuida dele também no verão pois o teu gato merece.

« Anterior

Como cuidar do Border Collie?

Como escolher o melhor veterinário para o meu animal de estimação?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.