O momento de dizer adeus ao nosso animal de estimação

Sabemos que o nosso cão ou gato não irá viver tanto quanto nós. Ao longo da nossa vida pode acontecer que tenhamos a sorte de conviver com mais de um animal de estimação e a cada um o amemos de forma diferente, especial e única.

Pensar em que devemos estar preparados para o momento no qual o nosso animal de estimação já não conviva mais connosco parece um pouco absurdo enquanto o nosso companheiro é jovem, saudável e vital. Contudo, ser consciente desta realidade ajudar-nos-á a levar melhor esse momento.

No geral, o nosso animal de estimação acaba os seus dias ao nosso lado por um desgaste natural devido à velhice, mas muitas vezes uma doença ou um acidente podem ser a causa. Se for pelos seus anos, não será tão inesperado para nós e ele mesmo demonstrará os sinais.

No caso de um acidente ou uma doença que se tiver agravado e que não responde ao tratamento, pode ser que tenhas de enfrentar-se a dura decisão de dormi-lo para evitar mais sofrimento, tanto dele como o teu. Neste momento poderás ver que ele está desanimado ou apático, sem vontade de comer ou interagir contigo como o fazia antes, pois é difícil para ele até mesmo manter-se de pé, já que pode acontecer de que não tenha forças nem para se levantar a fazer xixi.

Quando o momento chegar, com muita dor, temos que pensar na possibilidade da alternativa de deixá-lo descansar. Evidentemente sempre serás tu como dono quem decida, mas é o veterinário quem te assessorará para definitivamente tomar a decisão de dormi-lo.

Nesse momento e tomada já decisão de eutanásia, podes permanecer com o teu animal de estimação até o final ou acompanhá-lo até o momento prévio. Logicamente este será um momento duro com um desejo inevitável de expressar a tua tristeza, mas tenta permanecer com um sorriso e transmitir-lhe toda a tranquilidade ao teu fiel amigo no seu último momento. Recorda que o veterinário sempre estará aí para te apoiar, por tanto se te sentires angustiado deixa que ele se encarregue da situação no final, o fará com todo o profissionalismo e o amor que o teu amigo merece.

Se tens filhos e tiveram a sorte de criar-se com um animal de estimação, a sua perda pode significar a primeira vez que se enfrentem a um momento como este. Dependendo da idade e da maneira de como isto acontece, sempre é conveniente dizer a verdade para que não estejam à espera que o seu fiel amigo volte desse tempo de férias que nunca termina. Evidentemente isto sempre depende de que tenham a idade suficiente para compreendê-lo e isso tu, melhor do que ninguém, como pai ou mãe para saber como agir.

Após o duro momento vivido, haverá um tempo que será impossível acreditar que já não está contigo. Serão momentos de muita pena, mas tens de pensar que tentaste dar a melhor vida possível ao teu animal de estimação até o final.

Ao perceber da fragilidade da vida, a pena pela perda de um membro da família, porque sim, o nosso animal de estimação é um membro da nossa família desde o primeiro momento, existe a dúvida inevitável de se fizemos tudo o possível por ele, ainda que no fundo saibamos que sim. Em resumo, sentir a falta do nosso amigo, estar triste, sentir nostalgia e que a nossa rotina muda.

O tempo que se demora em aceitar esta perda depende de cada pessoa, mas sem dúvida alguma, quando o momento chegar o que mais terás presente serão as boas recordações de todo o partilhado com o teu amigo. Recordarás de cada travessura com um sorriso, das suas visitas ao veterinário e de como confiava em ti quando iam a este lugar que todo animal de estimação evita quando está doentinho, das suas namoradas ou namorados, da chegada em casa. Cada uma dessas lembranças são especiais e  estarão para sempre contigo.

Por tanto desfruta da companhia do teu animal de estimação, e toma o tempo que for necessário para superar este difícil momento. Não tenhas pressa em adquirir um novo animal, depende do que tu desejes e precises, meses, anos ou nunca. O que sintas pelo teu amigo é unicamente teu e um novo animal de estimação não o substituirá, mas será um ser diferente, e de certeza igual de adorável.

« Anterior

Furões: Limpeza dos ouvidos.

Como cuidar de um São-Bernardo?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.