Alimentação dos cachorros de raças grandes

,

Todos sabemos que uma alimentação inadequada durante o período de crescimento de um cachorro pode trazer diversos transtornos.

A maioria das pessoas acha que é necessário dar suplementos de cálcio ou vitaminas aos cães, sobretudo os de raças grandes, já que desta forma desenvolver-se-ão mais fortes. Este é um dos erros mais frequentes na dieta destes cães e provoca transtornos no crescimento dos ossos. Algumas das sequelas deste excesso de suplementação são a displasia da anca, a osteocondrite e a osteodistrofia hipertrófica.

Uma alimentação adequada para prevenir doenças

É verdade que nestas doenças intervêm vários fatores causais, sendo o principal a herança genética do animal. No entanto, a nutrição desempenha um papel muito importante também na sua aparição. Foram realizados numerosos estudos que demonstram que se damos uma dieta demasiado rica em calorias e cálcio aos cachorros de raças gigantes, o seu ritmo de crescimento acelera-se. Isso leva a que a formação dos ossos seja demasiado rápida e que haja etapas nas que a crosta dos ossos compridos, que é a parte mais dura, não seja o suficientemente grossa como para sustentar o notável incremento de peso num crescimento rápido. Assim aumenta a predisposição para que apareçam diferentes tipos de problemas, como as doenças mencionadas.

Foram escolhidos cachorros com alta probabilidade genética de displasia da anca e foram separados em dois grupos. Um deles teve uma quantidade ilimitada de alimento e o outro apenas teve duas terças partes. Ao fim de vários meses comprovou-se que os que comiam mais cresceram mais rápido e apresentavam alterações ósseas significativamente maiores que o outro grupo. É importante destacar que o tamanho adulto de um cão está fortemente determinado pela genética e que se é bem alimentado chegará mais tarde ou mais cedo ao tamanho ideal. Estes mesmos resultados repetiram-se sistematicamente em todas as provas similares que foram realizadas.


Se tiveres um cachorro de raça gigante deves dar-lhe uma quantidade de ração de qualidade que lhe permita um ritmo de crescimento moderado. Uma forma de conseguir isto é dar-lhe menos ração ou misturar um pouco de comida de adultos com a de cachorros e assim diminuir a densidade calórica. Só podes fazer isto se um profissional te o recomendar. O que deves controlar é que o cachorro nunca esteja gordo e levá-lo periodicamente ao veterinário para as suas vacinas e para controlar o estado físico. Ele saberá indicar-te se o teu futuro gigante está a comer de forma adequada ou não.

« Anterior

Festas, foguetes e fogos de artifício

Alojamento para coelhos e cobaias no jardim

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.