Como educar um cachorro desde o primeiro dia

Como educar um cachorro desde o primeiro dia

As pautas que definem os hábitos de conduta dos cães têm sofrido uma evolução ao longo de dezenas de milhares de anos. O comportamento e as respostas normais de um cão são, em grande medida, previsíveis. O que não é previsível é o efeito que tem sobre ele o entorno que lhe brindamos, assim como a educação ou, em muitos casos, a falta dela.

Quando chega um novo cachorro a casa, sempre surgem alguns problemas que devem ser resolvidos, como os uivos das primeiras noites. Quanto mais informação tenhas com relação a como educar um cachorro e do comportamento canino, mas fácil será confortá-lo para que faça aquilo tu desejas. Os cachorros viram adultos em um ano, assim que se quiseres ter um cão que seja um grande companheiro não adies a sua educação. Se não corrigires o seu comportamento na medida em que aparecem as dificuldades, em pouco tempo terás que consultar com um especialista para que te ajude com a educação do pequeno diabinho.

Problemas dos cachorros

Como educar um cachorro que chora a noite toda

Esta é uma das primeiras dificuldades com as que deves lidar. As primeiras noites na sua nova casa são momentos de muito medo para o cachorro e por isso chora ou uiva quando fica sozinho. Ele perdeu tudo o que era familiar, chega à tua casa, brica algumas horas contigo e com a tua família; isto é suficiente para considerar-se parte da nova manada, mas chega a noite e todos o abandonam. Não é necessário que o leves à cama contigo, mas uma boa ideia é colocar uma caixa ou uma jaula da qual não possa fugir e levá-lo ao teu quarto para passar a noite. Educar um cachorro que chora deixando que durma perto de ti é melhor para ele, assim vai saber que estás aí, mas cada um no seu lugar.

Se não for possível levá-lo contigo, uma grande ajuda é dar-lhe algo que tenha o cheiro do seu lar anterior ou com o teu cheiro se percebes que isso o reconforta. Também é útil colocar perto dele um relógio de faça tique-taque, pois pode recordar os batimentos da mãe e dar-lhe tranquilidade. Da mesma maneira, um saco com água morna envolvido com uma toalha ou manta do seu lado pode parecer-se à presença de um dos seus irmãos. Para alguns cachorros resulta de grande ajuda algum som suave, como música ou o rádio, ou até mesmo uma gravação com a tua voz. Também podes deixar uma luz tênue. Se tiveres outro cão ou um gato que não sejam agressivos, deixa que durmam juntos e o cachorro estará feliz.

Como educar um cachorro que morde objetos

Este comportamento pode ser visto em cachorros que estão entediados, ansiosos ou que ficam muito tempo sozinhos. Também pode ser devido ao desconforto que causa a mudança dos dentes entre os 3½ e os 7 meses. O melhor é dar-lhe brinquedos ou outros objetos que sirvam para aliviar a dor e o tédio. Para educar um cachorro que morde objetos nunca dês um brinquedo que seja parecido com o objeto que desejas proteger, tampouco sapatos velhos ou meias rasgadas, pois com isto o que estás a ensinar é que morder estes objetos está correto e ele não poderá distinguir entre os permitidos e os que não o estão. Assim como acontece com as crianças, os mordedores frios ajudam a aliviar a dor de gengivas. Dá-lhe um prato com cubos de gelo ou um pedaço de tecido enrolado que esteja molhado e tenha ficado umas horas no congelador.

Como educar um cachorro que morde e arranha

Isto é algo que nunca lhes devemos permitir. O cachorro deve sabe desde o primeiro dia que morder não está correto e não é uma brincadeira que deva praticar com os humanos. Os dentes de um cachorro de certeza não farão muito dano, mas os de um cão adulto sim. Não brinques a colocar os dedos na sua boca porque estás a ensinar a te morder e depois será a tua responsabilidade se morder a qualquer criança ou adulto. Enquanto tente morde diz NÃO com firmeza, e oferece um prémio quando deixar de fazê-lo. Realiza o mesmo todas as vezes que isto acontecer.

Como educar um cachorro que ladra

Os ladridos em excesso são muito desconfortáveis e podem trazer problemas com os vizinhos. É mais fácil corrigir isto em um cachorro apenas começar o problema, do que quando for adulto e estiver instalado. Não festejes os ladridos; atua da mesma maneira que com as mordidas: diz NÃO firmemente quando ladrar e premia apenas deixar de fazê-lo. Apenas o veterinário permita sair de casa, leva-o para dar longos passeios, pois descarregará energias e não sentirá tanta necessidade de ladrar.

Para educar um cachorro que ladra é muito importante que veja desde o primeiro dia que tu eres o “chefe” e que ele deve obedecer. Quando digas NÃO, faz com que cumpra. Se o deixares fazer o que ele quiser essa ordem perderá força e já não servirá. Ensina a acudir cada vez que o chamares, mas para consegui-lo deves chamá-lo apenas para fazer carícias e ser amável com ele, nunca para repreendê-lo e muito menos para bater. Se apanhar um objeto e sair a correr, não o persigas, pois estarás a apoiar esta brincadeira. Diz NÃO e chama-o para que o devolva. Para educar um cachorro aprende a conquistá-lo, usa o teu senso comum e, principalmente, pensa como pensaria o teu cão. Se ele ladrar na rua porque tem medo e tu fazes carícias para acalmá-lo,  estás a premiá-lo. Ele pensará que ladrar está bem.

Educa o teu cachorro, desfruta e entabua uma boa e saudável relação com ele. Corrige os problemas de comportamentos à medida que se apresentam e não esperes, porque logo será mais difícil. Sê coerente e consistente; pensa que sempre estás a ensinar algo novo ao cachorro e, se não for algo bom, é algo ruim.

Deixe um comentário