Como prevenir uma mordida de cão?

Como prevenir uma mordida de cão?

Os cães são excelentes animais de estimação e grandes amigos de crianças e adultos, mas infelizmente esta convivência estreita faz com que às vezes se produzam reações violentas instintivas nos animais. Com educação podem ser prevenidas a maioria das mordidas de cães.

O cão é o melhor amigo do homem, diz o ditado, e isto é absolutamente certo na maioria dos casos. Mas não devemos esquecer que os nossos animais de estimação são animais e conservam os seus instintos por mais que sejam tratados como membros da família. Infelizmente ocorrem grande quantidade de mordidas de cão todos os anos, poucas delas de gravidade, mas não deixam de provocar desconforto para as pessoas que as sofrem. A maioria das lesões graves são produzidas em crianças, que são menores, têm menos força e, principalmente, não sabem como reagir. Além disso, costumam ficar com muito medo, as vezes por vários anos, o que lhes impede desfrutar de uma relação saudável com um animal de estimação.

A educação é a melhor forma de evitar que um cão morda

Há muitas formas de prevenir uma mordida de cão se for bem educado desde cachorro. É importante que seja bem socializado desde o primeiro dia. Isto significa que conheça muitas pessoas, que se habitue a estar em sítios concorridos sem ficar assustado. No início deve ser feito em um meio controlado, com pessoas que sejam muito carinhosas com ele e o mimem sem intimidá-lo; logo com desconhecidos, como por exemplo, no parque. Sempre devem falar com tranquilidade e premiá-lo para que a experiência resulte muito agradável e nada estressante.

As mordidas também podem ser prevenidas ao evitar as brincadeiras violentas com o cachorro, como lutas ou morder a mão, ou perseguir até alcançar alguém e morder a sua roupa, que podem acabar em um comportamento agressivo. Mesmo que estes comportamentos sejam naturais e não impliquem agressividade, o teu cão não poderá decidir logo quando fazê-lo e quando não e, principalmente com quem não. Os limites entre o que está permitido e o que não, devem ser muito claros e deves estabelecê-los tu.

Se um cachorro apresenta agressividade com as crianças ou qualquer outra pessoa ao rosnar ou mostrar os dentes, procura ajuda profissional de imediato. Fala com o teu veterinário para que te indique o que fazer. Para evitar uma mordida de cão as vezes é suficiente com marcar limites e adestrar o animal, outras é necessários consultar um especialista em comportamento canino. É muito importante que não isoles o cão, isto reforçará a sua agressividade.

Quando levares o teu cão a lugares públicos, sê responsável. Se a lei exigir que o leves com trela, leva-o preso; se não for obrigatório, mantê-lo sempre sob vigilância para poder antecipar as suas reações. Se for assustadiço ou propenso a saltar ou brincar bruscamente, é melhor que fique preso para que não incomode os estranhos. Com paciência podes ensinar-lhe a comportar-se da maneira mais apropriada.

Como comportar-nos para evitar uma mordida de cão

Para prevenir mordidas também é importante aprender como se comportar frente a um cão. Muitas agressões são provocadas por pessoas desinformadas e não pelos animais, e estas também podem ser prevenidas. Principalmente é necessário ensinar às crianças como dirigir-se aos cães para que não resultem magoadas.

Se estiveres frente um cão desconhecido

Não te aproximes bruscamente nem tentes tocá-lo se o dono não estiver perto e o aprovar. Principalmente evita os cães que estão trancados ou presos sozinhos. Não faças movimentos que possam assustá-lo, como agachar-te sobre ele ou aproximar a tua mão por cima da sua cabeça. Estes pontos são importantes para prevenir uma mordida de cão. Se tiver uma atitude amigável, oferece o dorso da tua mão para que a cheire e logo poderás tocá-lo se perceberes que não se assusta.

Se o cão rosna ou mostra os dentes

Nunca fujas porque assim vais acabar por incentivá-lo a perseguir-te. Fica parado, sem dar-lhe as costas nem olhá-lo diretamente nos olhos, não movimentes os teus braços nem grites. Quando o cão se aperceber que não eres uma ameaça perderá interesse e tu poderás afastar-te lentamente sem mudar a tua atitude.

Ensinar às crianças a não incomodar um cão

Ensinar às crianças a não incomodar um cão quando dorme, come, está a brincar com um mordedor ou a uma cadela com cachorros, também pode evitar a mordida de um cão. Tampouco se deve incomoda um cão que está preso ou detrás de uma grade. Antes de tocar um cão, mesmo que seja teu, faz com que se aperceba da tua presença para não surpreendê-lo e que morda como uma reação de defesa.

No caso de que um cão te atacar

Se não tiveres escapatória, tenta colocar algum objeto entre tu e ele, como um casaco, a tua bicicleta, uma mala. Se te jogar no chão e for muito grande para freá-lo, fica enroscado, protegendo a tua cabeça e mão o melhor possível e fica quieto. Quando o ataque tiver acabado, lava as feridas com abundante água e sabão; se alguma ferida sangrar, comprime com pouco de algodão ou um pano limpo e em todos os casos procura a atenção médica imediatamente para que examine a gravidade da mordida do cão.

O que acontece se o meu cão morde alguém?

Se tiveres a desgraça de que o teu cão mordeu alguém, deves confiná-lo imediatamente e colabora com o ferido e com as autoridades. Facilita toda a informação que for necessária, como o teu nome e telefone, a documentação e data de vacinação antirrábica do cão e os dados do veterinário. É provável que seja necessário fazer uma quarentena para vigiar que o cão não tenha raiva. Isto varia segundo a legislação do sítio onde tu vivas, o teu veterinário poderá assessorar-te. Consulta se podes fazê-la na tua própria casa ou na clínica veterinária para que seja menos estressante para o cão.

Existem muitas raças consideradas perigosas das quais todos temos cuidado, tomando as medidas necessárias para não receber uma mordida do cão. Porém qualquer cão pode morder, até mesmo aqueles pequenos e meigos. Estes últimos não representam um risco para a saúde pública, mas podem magoar-te e, principalmente podem deixar uma criança traumatizada.

A educação de todos os cães é fundamental para prevenir acidentes, assim como ensinar às crianças a como se dirigir a um animal próprio ou desconhecido.

 

Deixe um comentário