Iguanas: Importância do tamanho do terrário

Um dos maiores problemas para a maioria das iguanas criadas em cativeiro como animais de estimação é que os terrários que se conseguem em lojas são demasiado pequenos para elas. As iguanas são répteis grandes que preferem passar grande parte do tempo em árvores, deitadas na posição horizontal; por tanto os habitáculos altos e estreitos não funcionam bem, nem aqueles que são muito largos, mas que não têm altura suficiente como para colocar grandes ramas ou plataformas de descanso. Estes últimos localizados sobre uma mesa para dar-lhes sensação de altura, mas não darão espaço suficiente para escalar.

Talvez tenhas um terrário destes e acredites que a tua iguana está bem, mas o mais provável é que esteja estressada e acabe por adoecer e morrer jovem. Imagina se tivesses que viver em um espaço tão reduzido; de certeza poderias fazê-lo, mas seria uma boa vida? Quando adotamos um animal, seja tradicional ou exótico, é necessário garantir que tenha condições adequadas para uma vida saudável e com bem-estar.

Uma iguana adulta atinge entre 1,5 e 2 metros de comprimento, e um terrário apropriado deve ter suficiente espaço como para permitir que caminhe, escale, se exercite e descanse confortavelmente. Se quiseres que o teu animal de estimação viva e se desenvolva bem, é necessário uma jaula de 3 metros de comprimento por 2 de alto por 1 de profundidade como mínimo. Como podes ver, é muito grande e requer bastante espaço, mas se estiver bem decorada poderá criar um ambiente muito interessante no quarto onde for colocada.

Como sempre dizemos, quanto maior for o terrário, melhor. Calcula também que as iguanas precisam um gradiente de temperatura dentro do seu recinto, e que o seu corpo completo deveria entrar em cada espaço térmico. Se o terrário tem o mesmo comprimento que o corpo do animal, quando precisar de uma zona mais cálida e coloque aí a sua cabeça, a sua cauda ficará obrigatoriamente na parte mais fria e vice-versa. Isto é evidentemente inadequado para uma correta termorregulação, já que todo o corpo deve encontrar-se à mesma temperatura.

É compreensível se não quiseres dedicar um cómodo completo ou este grande espaço a uma jaula para uma iguana, mas então deves pensar bem antes de comprá-la e procura outro animal de estimação mais adequado. Se adoras os répteis, há muitos outros que são menores, entre 20 e 50 cm, que podem viver muito felizes num lugar muito mais reduzido e com menos requerimentos que uma iguana. Os menores e mais simples são a lagartixa-leopardo, mas também há outras opções excelentes, como o dragão-barbudo, o dragão-da-água-chinês ou o lagarto de língua azul.

Se já tiveres uma iguana e decidires seguir em frente com o seu cuidado, cria um recinto apropriado, com grandes ramas para que possa escalar, plataformas de descanso a diferentes alturas, que podes tapeçar com pedaços de relva sintética intercambiáveis, para uma melhor higiene.

Também deves criar um gradiente de temperatura adequado (medido com termómetros) tanto em sentido horizontal como vertical e assegurar um bom nível de humidade ambiental, seja mediante um higrómetro ou ao rociar o ambiente várias vezes por dia. Também podes incluir plantas verdadeiras, mas deves ter cuidado para que não sejam tóxicas, pois é muito comum que as iguanas comam algumas folhas.


« Anterior

Qual é o melhor substrato para o meu aquário?

Gradiente térmico para répteis: como consegui-lo

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.