Qual é o melhor substrato para o meu aquário?

O substrato é uma parte importante do aspeto do aquário, de facto está disponível em diferentes cores para ajudar-te a criar um marco espetacular para os teus peixes ou plantas. Porém, deves ter em conta também que o substrato que fores escolher será a superfície na qual assentar-se-ão as populações de bactérias benéficas para manter livre de resíduos nitrogenado o interior do aquário. Também serve para “camuflar” os resíduos dos peixes e restos de comida até o momento de limpá-los.

Antes de instalar qualquer tipo de substrato é importante lavá-lo com abundante água para eliminar terra ou partículas muito finas que poderiam ficar suspensas na água do aquário e a deixariam turva. No caso dos aquários com muitas plantas devem ser utilizados substratos especiais ou adicionar fertilizantes. Em aquários marinhos é recomendável não usar pedras ou areia que venham da terra, pois podem conter minerais ou outros contaminantes que alterem a qualidade da água.

Quando fores selecionar o substrato deverás ter em conta três fatores principais: cor, tamanho das partículas e reação com a água.

O cascalho é o substrato para aquários mais popular. Geralmente é inerte, isto quer dizer que não intercambia moléculas com a água e as pedrinhas são bastante suaves, sem bordas afiadas ou pontas que possam magoar os peixes. O tamanho ideal é de 3-4 mm, que permite a passagem da água para uma filtragem biológica por parte das bactérias que se instalam na medida em que o aquário amadurece. As pedrinhas maiores deixam passar a água, mas oferecem uma superfície menor para o assentamento de bactérias. Se quiseres instalar um filtro debaixo do substrato, terás que usar cascalho e não areia. Para escolher a cor tem em conta que um cascalho com pedrinhas de diferentes tons esconderá melhor a sujidade produzida pelos peixes do que um completamente branco ou de cor clara.

Outro tipo de substrato é a areia para aquários. Este tem partículas do tamanho de um grão de açúcar, que não deixam suficiente espaço para que a água circule nem para que as bactérias se assentem. Para minimizar este efeito recomenda-se colocar uma camada não muito grossa. Outro problema que se apresente será no momento de passar o sifão no fundo do aquário para retirar a sujidade, pois as pequenas partículas são absorvidas e perdidas com a água. Este substrato é útil se tiveres peixes limpa-fundo, pois é muito suave e não magoa as suas bocas e antenas enquanto escarvam ao procurar pela sua comida. Também é recomendado se tiveres espécies de peixes ou invertebrado que cavam para ocultar-se ou pepinos-do-mar, que ingerem substrato para extrair nutrientes.

Se fores instalar um aquário de água salgada com corais podes escolher um cascalho para corais, conchinhas ou aragonita. Estes estão compostos por carbonato de cálcio, que se dissolve lentamente na água e assim ajuda a manter o pH estável e levemente alcalino no aquário. Estes tipos de substrato vêm em vários tons e tamanhos, de modo que podes escolher o que mais gostares para a tua decoração.


Queres saber mais sobre o aquário, a sua decoração e o cuidado dos peixes? Dá uma olhadela em todos os nossos artigos.

« Anterior

Cuidado com os ouvidos nos cães e gatos

Iguanas: Importância do tamanho do terrário

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.