Os coelhos como animais de estimação

Os coelhos costumam ser muito bons como animais de estimação sobretudo para pequenos espaços e para crianças, já que não exigem tantos cuidados como um cão ou um gato.

As vantagens de tê-los em casa é que são muito inteligentes e se forem acostumados são muito dóceis, custa pouco mantê-los, têm poucas zoonoses (doenças transmissíveis do animal ao homem) e não exigem tantos cuidados veterinários. 

As desvantagens seriam que a suas jaulas ou o lugar onde ficam cheiram mal se não são regularmente higienizadas, são animais noturnos como todos os roedores, de modo que podem incomodar à noite, já que são especialmente ativos, são grandes escapadores, sua vida é muito curta com relação a outras espécies domésticas e se não são tocados ou acariciados, rapidamente se tornam ariscos e podem chegar a morder ou magoar com as suas patas traseiras ao pisotear.

São carinhosos se desde pequenos convivem com a família e têm muito contato com as pessoas, se estão soltos em casa e são chamados pelo seu nome, com o tempo podem chegar a reconhecê-lo e seguir o seu dono como se fosse um cachorro. 

O ideal é tê-los em uma jaula bem acondicionada, em geral quanto maior for o tamanho da jaula, melhor qualidade de vida ele terá. 

Se há a possibilidade de que realizem saídas controladas pela casa, a jaula pode ser menor, mas se passarem todo o dia fechados, devem ter a possibilidade de ter espaço suficiente para certo exercício físico dentro. 

É muito difícil deixá-los soltos sem controlo porque podem morder objetos da casa como livros, móveis ou coisas pequenas que podem prejudicar a sua saúde. 

São muito fáceis de se adaptar ao novo lar se têm as condições mínimas necessárias; isso é, sua comida, água, um pouco de feno para comer e algum material para roer. 

Em geral, fazem as suas necessidades na jaula e se estão soltos podem fazê-la em qualquer lugar da casa porque não se acostumam a um lugar determinado. 

A sua alimentação deve ser principalmente ração específica para eles e pode-se complementar com frutas como maçã, pêssego ou pera, verduras de folha verde e também cenouras e, claro, o feno ou alfafa seca para manter um bom nível de fibra na sua dieta; 

Não são animais que devam ir ao veterinário frequentemente. Convém fazer uma primeira consulta ao adotá-los para que o médico dê as indicações sobre os seus cuidados e saúde. 

Pode-se aplicar uma vacina especial para eles e deve-se controlar o estado de sua pele já que podem ter parasitas ou fungos, das suas orelhas por causa da sarna e da sua boca devido ao sobrecrescimento dos dentes. Qualquer anormalidade em sua saúde deverá ser solucionada pelo veterinário com o tratamento indicado.

Deve-se evitar que o seu pelo, se são dos que o têm muito longo, se embarace e, por isso é melhor penteá-los. Se não podem fazê-lo em casa, podem ir a um salão de beleza animal e a ai dar-lhe-ão todos os cuidados e o deixarão bonito e sem pelos embaraçados.  

Temos em nossa clínica um coelhinho chamado BUGSI que vai ao salão de beleza como se fosse um cãozinho com a sua trela e coleira uma vez ao mês e ele fica bem feliz na banheira entre a espuminha.

Dra. Laura Fiorito

« Anterior

Hipotermia nos répteis: o que fazer?

É necessário um aerador para o meu aquário?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.