Os insetos sentem dor?

Os insetos possuem um sistema sensitivo muito avançado que responde a estímulos. São capazes de reagir a estímulos como as luzes infravermelhas e ultravioletas, as vibrações e as ondas ultrassom. É comprovado que muitos animais invertebrados como eles sentem e evitam estímulos perigosos que possam produzir dor.

Tudo isto indica que, efetivamente, os insetos sentem dor. No entanto, não significa que sintam dor da mesma forma que nós, seres humanos, sentimos já que o seu sistema nervoso é diferente. Apesar de os seus nervos também se distribuírem ao longo do corpo, pode ser que não cheguem a certas partes e que, portanto, nelas não sintam dor. Ainda resta muita investigação e aprendizado sobre estes pequenos animais, mas já foram realizados diversos estudos relacionados a este assunto.

O que é dor?

Para poder explicar se os insetos sentem dor, é importante conhecer o significado deste termo e como funciona.

A dor é uma resposta biológica que sentem os seres vivos que têm sistema nervoso central. Também pode se tratar de uma experiência emocional, que funciona de maneira subjetiva e é diferente em cada indivíduo.

Trata-se de um conjunto de mecanismos neurofisiológicos que mandam uma mensagem ao sistema nervoso central quando uma parte do corpo é exposta à dor. Os nociceptores são as terminações nervosas que detetam o estímulo que provoca a dor e analisam a sua procedência, intensidade e duração. O sinal nociceptivo se transforma em um sinal elétrico chamado transdução para que o cérebro possa interpretá-lo e ativar os seus mecanismos de defesa.

Os insetos têm sistema nervoso central, apesar de ser muito mais simples do que o nosso e o de outros animais de tamanho maior. Além disso, também contam com os órgãos sensoriais que reagem à dor, por isso sim são capazes de senti-la, apesar de não se saber com exatidão de que maneira e com qual intensidade.

Para saber se os animais sentem dor se recorre à analogia, a comparar as nossas reações e as suas diante de um estímulo negativo. Estas reações podem ser, por exemplo, a fuga ou o aumento da frequência cardíaca.

Os insetos sentem dor crônica?

Um dos últimos estudos referentes à dor dos insetos demonstrou cientificamente que estes animais também podem sentir dor persistente depois de uma lesão já curada. A investigação foi realizada com moscas-do-mediterrâneo e deixou evidência de que esta pode sentir dor crônica, de maneira parecida ao humano.

Neste estudo foi danificado o nervo da pata de uma mosca e deixaram que curasse. Uma vez curada, comprovaram que todas as patas tinham se tornado hipersensíveis. Isso ocorre porque os neurônios inibidores bloqueiam a dor, o que muda a intensidade como se sente e faz com que o animal esteja mais alerta e se proteja.

Os insetos sentem dor e também se baseiam em experiências passadas, para evitar aproximar-se de estímulos que anteriormente tinham provocado dor.

Se gostas de insetos, não te percas este artigo: Como criar o teu próprio formigueiro em casa de forma simples?


« Anterior

O meu Gato não urina

Gerbo ou esquilo da Mongólia. Como cuidar dele?

Seguinte »

Deixe um comentário

Precisa de marcar uma consulta veterinária? Lembre-se que o seu veterinário de confiança é sempre o melhor profissional para o ajudar a tratar da saúde e dos cuidados do seu animal de estimação.