Plantas tóxicas para gatos

Se tens gatos e plantas em casa, é importante saberes quais são as que podem ser perigosas para eles. Há muitas plantas que são tóxicas para os gatos e que podem ser prejudiciais para a sua saúde. Os danos podem ir desde leves perturbações gastrointestinais até problemas cardíacos ou mesmo insuficiência renal. Portanto, deves prestar especial atenção às plantas das quais vamos falar neste artigo e verificares se tens alguma delas em casa.

Como deves saber, os gatos são muito picuinhas com a comida, pelo que é estranho que tenham interesse numa planta tóxica. No entanto, os gatos mais curiosos que não têm acesso ao exterior podem sentir-se atraídos por uma das tuas plantas, especialmente quando são jovens e gostam muito de brincar. Portanto, deves ter sempre cuidado com as plantas ornamentais que tens em casa, especialmente se estiverem ao alcance do teu gato.

Que partes das plantas são tóxicas para os gatos?

A toxicidade de uma planta vai depender da espécie, da dose e da parte que for ingerida. Por isso, nem todas as plantas tóxicas são igualmente perigosas para os gatos. Algumas plantas produzem diarreia ligeira ou vómitos, embora sejam consumidas em grandes quantidades. Outras podem produzir sintomas leves quando são mordiscadas, mas podem causar a morte se fossem ingeridas em grandes doses, e outras podem ser letais com só prová-las.

Há plantas que têm todas as partes venenosas. No entanto, existem outras em que só algumas partes são tóxicas, tais como as sementes, as raízes, os bolbos, as folhas, as flores ou os frutos. Porém, qualquer que seja a espécie nesta lista, é melhor evitá-la como precaução.

Sintomas de intoxicação por causa de plantas venenosas para gatos

Muitos gatos adoram mordiscar plantas e brincar com elas, especialmente quando são aromáticas, já que são muito mais atrativas para eles. Esta atividade inofensiva pode provocar uma intoxicação, que pode ter diferentes sintomas, dependendo do tipo de planta. Algumas são produzidas por contacto direto, causando reações cutâneas, e outras pela ingestão da planta. As mais comuns são:

  • Vómitos
  • Diarreia
  • Dor abdominal
  • Salivação excessiva
  • Falta de apetite
  • Enfraquecimento
  • Problemas de respiração
  • Olhos irritados
  • Reações de pele

Podemos agrupar os sintomas causados por plantas tóxicas em 5 tipos de problemas:

Problemas digestivos

Vómitos, diarreia aguda, gases, dores abdominais, tremores e mal-estar geral.

É habitual ir acompanhado de falta de apetite e fraqueza.

Problemas dermatológicos

Irritação e inflamação da pele, comichão, ardor e vermelhidão. Também podem aparecer erupções, bolhas, úlceras e feridas.

Problemas neurológicos

Afetam o sistema nervoso e o animal pode apresentar salivação intensa, convulsões, espasmos, alucinações e falta de coordenação. Ocasionalmente, podem também aparecer danos oculares.

Problemas cardíacos

Aumento ou diminuição da frequência cardíaca, arritmias, dificuldades respiratórias. Em casos extremos ou overdose, as plantas tóxicas para gatos podem causar asfixia ou insuficiência cardíaca.

Problemas renais

Uma intoxicação grave pode provocar uma insuficiência renal. Primeiramente, os sintomas serão gastrointestinais: vómitos, inapetência e enfraquecimento; depois o vómito vai desaparecer e o animal vai começar a perder peso por não comer e até deixará de urinar.

Quais são as plantas tóxicas para os gatos?

A lista de plantas que podem ser nocivas para os gatos é incrivelmente longa. Contudo, nem todas são comuns nem são frequentemente mantidas em casa ou ao ar livre. Algumas das mais conhecidas são o azevinho, o lírio, a hortênsia, a túlipa, o crisântemo, a hera e especialmente na época do Natal, a poinsétia e o visco. A maioria das plantas utilizadas para cozinhar são inofensivas para os gatos, exceto o louro, o açafrão e o aloe.

A seguir, deixamos uma lista das plantas perigosas para gatos, classificadas segundo os danos causados após contato ou o seu consumo:

Plantas tóxicas para gatos que causam problemas digestivos/gastrointestinais

  • Azevinho
  • Oleandro
  • Agapanthoideae
  • Alho e alho-das-vinhas 
  • Ligustro
  • Aloe
  • Amarílis
  • Acónito 
  • Aster
  • Azálea
  • Botão-de-ouro
  • Dedaleira 
  • Castanheiro-da-índia
  • Cebola
  • Cíclame-da-pérsia
  • Craveiro 
  • Clematis
  • Clivia miniata
  • Crisântemo 
  • Croton
  • Cólquico
  • Costela-de-adão
  • Hipeastro
  • Eucalipto
  • Poinsétia
  • Gladíolos
  • Hera
  • Hortênsia
  • Mosquitinho
  • Jacinto
  • Junquilho
  • Kalanchoe
  • Louro
  • Lírio
  • Visco
  • Narciso
  • Palmeira sagú
  • Peónia
  • Planta de sebe
  • Jiboia 
  • Sabugueiro 
  • Schefflera
  • Sebe
  • Teixo
  • Tulipa

Plantas que causam dermatite alérgica

  • Agapanthoideae
  • Cato
  • Crisântemo 
  • Croton
  • Difenbáquia 
  • Fícus
  • Filodendro
  • Poinsétia
  • Hera
  • Lírio
  • Margarida
  • Narciso
  • Urtiga
  • Jiboia 
  • Prímula
  • Schefflera
  • Sumagre

Plantas tóxicas para gatos que podem provocar problemas nervosos

  • Acônito
  • Tremoço-branco
  • Azálea
  • Abrunheiro 
  • Estramónio
  • Filodendro
  • Hortênsia
  • Jasmim-amarelo
  • Louro
  • Marijuana
  • Visco
  • Rododendro

Plantas que podem provocar problemas cardíacos

  • Acónito
  • Azálea
  • Dedaleira
  • Hera
  • Visco
  • Narciso
  • Teixo

Plantas que podem causar insuficiência renal

  • Açafrão-do-prado
  • Azálea
  • Açucena
  • Cyclamen
  • Croton
  • Zimbro
  • Filodendro
  • Lírio
  • Teixo
  • Tulipa

Plantas que causam problemas respiratórios

  • Açafrão-do-prado
  • Azálea
  • Dedaleira
  • Difembáquia
  • Filodendro
  • Lírio-de-um-dia
  • Hera
  • Liliales
  • Teixo

A lista de plantas tóxicas para gatos é muito longa. Por isso, antes de levar uma para casa deves ter a certeza de que é segura para o teu felino.

Se o teu gato gosta de plantas, podes escolher algumas que são seguras para ele, tais como o conhecido catnip, o bambu, a samambaia, o manjericão, o alecrim, a sálvia, a orquídea e as rosas. No artigo a seguir vais encontrar uma lista com as melhores ervas para gatos. Não percas!



Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Necessidades essenciais no alojamento de uma chinchila

Plantas Aquáticas

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.