Tártaro nos gatos

,

Do mesmo modo que acontece com as pessoas que sofrem doenças e infeções dentais, também pode acontecer com os nossos animais de estimação. De facto, é muito mais frequente do que pensamos.  

De certeza que já conheces os milhares snacks dentais para cães que existem e inclusive já ouviste falar da escovagem e limpeza que necessitam. Mas, e os gatos? Eles também sofrem de problemas relacionados com os dentes e requerem cuidados especiais para os evitar? 


Efetivamente, o tártaro nos gatos e as doenças orais nos felinos são muito mais comuns do que acreditas e podem converter-se num grave problema de saúde. Por isso, hoje vamos falar do que é o tártaro, porque aparece e como é prevenido.  

O que é o tártaro?

O tártaro é uma acumulação da placa bacteriana formada por cálcio e fósforo que se deposita na superfície dos dentes e começa a misturar-se com pequenos restos de comida, bactérias e fungos. Costuma acumular-se entre os dentes e à volta das gengivas e, se não for tratado a tempo, pode estender-se e penetrar dentro destas causando infeções e inclusive levar à perda de peças dentais.  

O tártaro é um dos primeiros sinais de possíveis problemas orais no felino, sendo fácil de detetar pelo mau hálito que se desprende da sua boca.

Porque se forma tártaro nos dentes do gato? 

Os resíduos como as partículas de comida e as bactérias e fungos acumulam-se na boca dos felinos todos os dias ao longo da sua vida. Estes resíduos nos dentes, ao entrar em contacto com os sais minerais presentes na saliva, provocam a mineralização da placa dental mole formando o que se conhece como tártaro, um depósito de cor castanha amarelada.  

Todos os gatos podem ter tártaro. Contudo, a genética e a idade têm um papel importante no seu aparecimento, sendo que os gatos com um esmalte de menor qualidade e com mais de 3 anos são mais propensos a desenvolvê-lo. Além do mais, os gatos anciães costumam sofrer de tártaro severo.

Não obstante, a limpeza e a prevenção terão sempre um papel fundamental para prevenir o tártaro nos gatos.

Como eliminar o tártaro nos gatos?

Uma boa escovagem pode ajudar a eliminar o tártaro dos dentes do seu gato, assim como os diferentes snacks ou brinquedos dentais. 
Se já for tarde para a escovagem e não podemos eliminar o tártaro acumulado, devemos colocar-nos em contacto com o nosso veterinário de modo a implementar outras técnicas como os ultrassons ou a limpeza dental com anestesia. Em casos graves será necessário extrair peças dentais.

Como prevenir o tártaro? 

A melhor forma de evitar o tártaro nos gatos e não colocar em risco a sua saúde é a prevenção. A escovagem dental é a maneira mais eficaz de manter limpa e saudável a boca do teu felino e detetar qualquer problema a tempo. Deste modo, poderás prevenir, não apenas a acumulação de tártaro, mas também muitas outras doenças orais como a periodontite ou a gengivite, além da halitose.  

Contudo, existem outras normas que podemos seguir de modo a ajudar a manter uma boa higiene da boca do felino: 

  • Alimentação: A dieta é muito importante para lutar contra o tártaro. A ração seca será sempre melhor do que a comida húmida para os dentes do felino, já que a mastigação ajuda a remover naturalmente a sujidade e placa bacteriana. Além do mais, existem rações especiais contra o tártaro. E, claro, os snacks dentais, especificamente desenhados para que os gatos desfrutem de uma recompensa enquanto cuidam da saúde oral.   

Se nunca escovaste os dentes do teu gato, terás que começar a passar uma gaze suavemente por eles para que se acostume pouca a pouco. Quando já estiver acostumado, poderás começar a utilizar pasta de dentes para gatos e uma escova especial. 

Agora sim, já sabes, acostuma o teu gatinho à escovagem de modo a manter os dentes limpos e não duvides em visitar o veterinário se percebes algum sintoma relativo a problemas dentais de modo a tratá-lo a tempo.  

Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Como respiram os peixes?

Gato Balinês: Características, origem e curiosidades

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.