Alimentação nos psitacídeos – Dietas

Os psitacídeos na natureza se alimentam de uma grande variedade de frutas, sementes e folhas de diversas árvores. Por tanto uma mistura de sementes como única alimentação não se aproxima às necessidades nutricionais destas espécies; muito menos se lhes ofereces um único tipo de sementes (ou eles as selecionam).

Aqui damos algumas dietas recomendadas:

Dietas caseiras: estas dietas se preparam sem uma receita exata, mas no geral têm como resultado uma excelente qualidade de plumagem, massa corporal adequada e não se evidenciam sinais de deficiências nutricionais. A sua preparação leva algo de tempo e dedicação e, além disso, deves controlar o que comem e o que deixam de comer para evitar que escolham sempre os mesmos alimentos.

Opção 1 – Mistura 20-35% de sementes e nozes, 20-30% de vegetais verdes escuros, amarelos e laranjas, 10-15% de fruta (não dar bananas nem maçã  em excesso porque têm escasso valor nutricional) e 20-30% de um puré feito com arroz, vários grãos e legumes.

Opção 2 -30% mistura de sementes para psitacídeos, 20% de arroz integral fervido, pão de vários cereais, massa ou cereais multigrãos, 15% de vegetais frescos ou congelados (podem ser ervilhas, cenouras ou abóbora) e 15% de legumes, como o feijão.

Opção 3 – Mistura 45% de grão, pães integrais ou cereais (como arroz integral), 45% de vegetais frescos (brócolos, endívias, cenouras, abóbora, repolho, batata-doce) e frutas, 5% do grupo de proteínas e gorduras, incluindo ovos cozidos, amendoim e outros legumes maduros e 5% de lácteos magros e sem lactose (iogurte magro, queijos duros ou requeijão) para aportar cálcio e proteínas. Os blocos de cálcio podem ser uma boa fonte deste mineral, mas as aves grandes costumam rompê-los sem consumi-los.

Opção 4 Aproximadamente 24% de arroz de grão comprido fervido, 25% de feijão cozido, 24% de grãos de milho da espiga, 24% de dieta para psitacídeos em forma de pellets, 2% de suplemento vitamínico em pó e 1-4% de suplemento de cálcio.

As partes frescas destas misturas podem congelar-se e utilizar-se em porções. Tem cuidado de não deixar comida muito tempo na gaiola porque estes alimentos tendem a decompor mais rápido que os secos. Não se deve usar abacate porque é tóxico para os psitacídeos pequenos.

Dietas comerciais: Embora as dietas caseiras tenham excelentes resultados, muitas pessoas não têm tempo suficiente para a sua preparação ou não conseguem controlar quais ingredientes foram consumidos. Para eles existem dietas balançadas em forma de ração para psitacídeos. Existem diversas marcas que resultam mais ou menos atrativas para as aves e variam na sua qualidade. A menos que diga outra coisa na etiqueta, estão formuladas para aves adultas e não são apropriadas para criar pintainhos ou aves em reprodução. No geral resultam boas como manutenção; se fores experimentar uma destas dietas, controla o estado corporal e a qualidade da plumagem do teu animal de estimação. Também podes usar esta dieta misturada metade e metade com alimentos frescos em proporções similares às indicadas nas dietas caseiras.

Dra. Laura Fiorito

« Anterior

Cancro de mama em cães

Alimentação das tartarugas aquáticas

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.