As carraças em gatos

Acreditavas que as carraças eram apenas coisas de cães? Estes parasitas podem atacar cães, gatos e outros animais, inclusive humanos. Por isso é muito importante a prevenção para evitar a sua infestação. Se manténs bem protegido o teu animal de estimação, independentemente de ele ir para rua ou não, será quase impossível que uma carraça se hospede na sua pele e chegue a casa. Deves ter em conta que, se não detetares a tempo estes parasitas, podem colocar ovos e, o que num primeiro momento era um pequeno problema pode tornar-se em problema muito difícil de resolver.

Para a tua tranquilidade, há muitas opções para a proteção do teu gato. Desparasitantes em forma de coleira ou pipeta e também shampoos ou sprays repelentes que os complementam e são perfeitos como apoio. Dá uma olhadela a nas melhores marcas da Tiendanimal.

O que são as carraças em gatos?

As carraças são ectoparasitas que se agarram à pele do gato e se alimentam do seu sangue. São uns pequenos aracnídeos de 8 patas, de cor castanha escura ou preta, que medem entre 3 e 8 mm, podendo aumentar ainda mais o seu tamanho ao alimentar-se. A forma mais fácil de contágio num gato é quando este tem acesso ao exterior, especialmente em zonas de jardim ou de campo. As carraças esperam na erva que passe um animal e sobem pelas suas patas até agarrar-se na sua pele. Normalmente escolhem partes do corpo com pele mais fina, onde podem agarrar-se melhor e chegar mais facilmente ao sangue; de esta forma alimentam-se com o mínimo de esforço. As primeiras zonas onde deves revisar são o pescoço, as, orelhas, as virilhas e a barriga.

As épocas de maior risco são entre a primavera e o outono, quando as temperaturas são mais altas. Se o teu gato sai ao exterior no verão, recomendamos-te que revises todo o seu corpo, especialmente as zonas de pele fina, cada vez que voltar da rua para comprovar que está livre de parasitas.

Porque são perigosas as carraças em gatos?

Se os teus gatos têm uma carraça, perceberás como começa a coçar com frequência na zona onde está agarrada. Além da picada, a zona pode fica irritada e inchada, provocando dor e comichão que pioram ao coçar-se e chegando a produzir inclusive feridas. Mas, através da picada não provocam somente um mau estar e comichão no animal, também podem transmitir doenças contagiosas perigosas para a saúde do teu gato.

Doenças que transmitem as carraças aos gatos

Se encontrares uma ou duas carraças no teu gato não significa que tenha sido contagiado por estas doenças. E de facto, são poucas as vezes que se infecta delas porque a maioria das carraças não são portadoras destas doenças. Normalmente acontecem somente em grandes infestações ou em gatinhos com um sistema imunitário debilitado. Contudo, são muito graves, por essa razão devemos estar sempre atentos e prevenir, sempre que possível, uma infestação. Se o teu gato teve carraças e o notas estranho, visita o veterinário para ter a certeza de que não tenha sido contagiado de nenhuma doença.

As principais doenças que podem transmitir as carraças ao teu gato são:

  • Doenças de Lyme ou Borreliose
  • Anaplasmose
  • Babesiose
  • Ehrlichiose
  • Haemobartonella
  • Tularemia
  • Cytauxzoonose felina

Além disso, as carraças nos gatos podem provocar parálise. A sua saliva, além de ser tóxica, age como analgésico, anti-inflamatório e anticoagulante, diminuindo a capacidade do sistema imunológico para defender-se e causando a parálise.

Sintomas das carraças em gatos

O primeiro sintoma mais visível é a comichão. Se o teu gato se coçar mais do que o normal, examina todo o seu corpo em busca de parasitas. As carraças podem produzir comichão, dor, irritação e pequenas hemorragias através da sua picadura.

Mas, quando a infestação é mais grave e a carraça já lhe transmitiu alguma das doença que citamos anteriormente, podem aparecer outros sintomas mais graves: anemia, debilidade, letargia, falta de apetite, febre, diarreia, desidratação, calafrios… Também pode provocar rigidez ou dor muscular, dificuldade em respirar, problemas cardíacos ou renais. Perante qualquer um destes sintomas de carraças em gatos, levá-lo imediatamente ao veterinário.

Como remover uma carraça de um gato?

É muito importante remover a carraça inteira e não deixar nenhuma parte do seu corpo na pele. É habitual que a cabeça do parasito fique dentro ao tentar removê-la de uma forma incorreta. Isto pode provocar infeções ou inflamação da pele, por essa razão é muito importante ter cuidado ao removê-la.

Recomendamos que passes uma escova para pulgas por todo o pelo do teu gato cada vez que for para o exterior, assim poderás eliminar larvas e parasitas que se possam ter agarrado à sua pele.

Se encontrares uma carraça no teu gato:

  • Coloca uma pinça o mais perto possível da boca do parasita, ou seja, na parte que está agarrada à pele.
  • Apanha a carraça e puxa suavemente para cima e ligeiramente para a frente, como se estivesses a retirar um anzol.  Nunca puxes de vez, não vires nem pressiones demasiado pois pode ficar com a cabeça dentro.
  • Uma vez retirada a carraça, o melhor é afogá-la em álcool ou queimá-la. Se a deitas fora pelo WC não a matarás.
  • Imprescindível limpar e desinfetar a ferida do teu gato para não dar lugar a infeções.
  • Também podem se de grande ajuda alguns remédios caseiros para que a carraça se solte sozinha da pele. Podes aplicar uma camada de azeite ou vinagre sobre ela, esperar uns segundos para que se solte e apanhá-la com uma pinça.

Nunca apertes a carraça quando tem a cabeça dentro da pele; ao esmagá-la pode segregar o conteúdo do intestino e que os agentes patógenos que contém passem ao sangue do gato.

Agora que já sabes tudo sobre as carraças nos gatos, recorda que o melhor é proteger o teu gato com antiparasitários para evitar colocar em risco a sua saúde e poupar-te encontrar estes desagradáveis parasitas na sua pele. 


« Anterior

Como cuidar do teu rato?

A socialização dos furões com as pessoas

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.