Como alimentar um cão mais velho

Assim como acontece com as pessoas, as necessidades alimentares devem mudar em cada etapa da vida. Com o passar dos anos as necessidades calóricas e nutritivas muda; mas o que acontece com a alimentação do nosso melhor amigo quando se trata de como alimentar um cão idoso?

Apesar de pertencer a outra espécie, acontece exatamente igual; a dieta deve ser variada para adaptar corretamente a cada uma das diferentes etapas: cachorro, adulto e sénior.

Outro aspeto a ter em conta é o tamanho do nosso cão. Os cães de raças pequenas costumam ter uma esperança de vida maior que os cães de raças grandes, por tanto a idade que consideramos sénior em um ou no outro variará ligeiramente. No geral, diremos que um cão entrou na etapa sénior por volta dos 7 ou 8 anos.

Qual dieta devemos seguir para cães idosos?

Há certos ingredientes que devem estar presentes ao longo de toda a vida do teu cão: as proteínas de origem animal, os hidratos de carbono, tais como arroz ou aveia, e as gorduras animais e vegetais.

À medida que o nosso amigo cresce, a proporção destes ingredientes deve variar: potenciar mais as proteínas de origem animal e reduzir o consumo de gorduras.

As proteínas são fundamentais para o correto desenvolvimento e manutenção da estrutura óssea e muscular do nosso cão. Também ajudam para o correto funcionamento imunológico e celular.

Devemos priorizar proteínas como o ovo, frango ou peixe. São as que contêm uma maior quantidade de aminoácidos essenciais.

Outro aspecto importante a ter em conta é que o seu metabolismo, assim como acontece com os humanos, fica mais lento; isto pode implicar problemas de excesso de peso ou obesidade se não se adapta corretamente o número de calorias necessárias para esta nova etapa.

Quais suplementos podemos usar para complementar a sua dieta?

Saber como alimentar um cão mais velho é importante, mas não podemos esquecer que há inúmeros suplementos que podem ser benéficos para completar a sua dieta.

Ajudará a manter as suas articulações fortes e saudáveis durante mais tempo, ou para atenuar o mal-estar próprio da idade, como é o caso dos condroprotetores; este complemento alimentar está elaborado especialmente para aqueles cães que sofrem problemas nas articulações, como costuma acontecer frequentemente no caso dos cães de raças médias e grandes.

Há uma ampla variedade de formatos para poder escolher o que melhor se adaptar ao nosso cão: em pó, granulado, comprimidos…

Os problemas nas articulações podem resultar muito dolorosos e desconfortáveis para o nosso cão devido à perda de colagénio e graças a estes componentes de origem natural, melhoraremos notavelmente a qualidade de vida do nosso amigo.

Em qualquer caso, sempre podemos consultar o nosso veterinário sobre as melhores opções para o nosso cão, já que cada animal é único e vai precisar de determinados cuidados específicos em base da sua idade, tamanho, raça ou intolerâncias alimentares.


« Anterior

Como começar um aquário biótopo?

O que deves saber antes de adotar uma ave

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.