Coronavírus em cães

O coronavírus canino é um vírus da família Coronaviridae que afeta o intestino dos cães provocando diarreia. É transmitido, principalmente, através das fezes de cães infetados. É bastante frequente em zonas com pouca higiene ou sobrelotação, mas também em lugares onde se juntam muitos cães, como o parque ou um canil. O contágio pode ser tanto via oral (cães que comem as fezes de outros cães) como por contato direto com o cão doente.

Este vírus ataca as células das vilosidades intestinais e as destrói, provocando uma má absorção dos nutrientes e a água, dando lugar às diarreias. É uma doença altamente contagiosa, mas se for tratada a tempo tem um bom prognóstico e não deixa sequelas.

O coronavírus canino pode afetar o meu cachorro?

Ainda que pode acontecer em cães adultos, o coronavírus afeta principalmente a cachorros. Isto acontece devido a que o seu sistema imunológico e o sistema digestivo ainda não são o suficientemente fortes como para enfrentar uma doença. Portanto, a gravidade dependerá, em grande parte, da idade do cão, se está vacinado ou não, do seu sistema imunológico e de se acontece com outra infeção que piora o quadro clínico (por exemplo, o parvovírus).

Uma boa forma de fortalecer o sistema imunológico do nosso cachorro é mediante a alimentação, incorporando nucleótidos, imunoglobulinas e prebióticos. Os nucleótidos produzem mais anticorpos após a vacinação e melhoram a capacidade de resposta dos linfócitos; as imunoglobulinas inativam os patógenos evitando que estes se adiram à mucosa intestinal e mantêm a integridade da mesma; os prebióticos ajudam a manter o equilíbrio da microbiota contribuindo à saúde da mucosa.

Como afeta o coronavírus o meu cachorro?

O coronavírus canino é muito mais perigoso em cachorros do que em cães adultos. Têm um maior nível de desidratação e a diarreia é mais forte. O vírus provoca uma inflamação do intestino delgado que, se não for tratado a tempo, pode ocasionar a morte.

Quais são os sintomas do coronavírus em cães?

Os sinais desta doença de origem viral são bastante parecidos aos do parvovírus, mas não tão fortes. Decaimento, inapetência, dor abdominal, tremores, febre, vômitos, diarreias com mau-odor (podem ser com muco e sangue) e perda de peso. Os mais evidentes são os transtornos digestivos.

Os sintomas começam a ser mais visíveis após o período de incubação de 24-36h. Como são similares com outras doenças como o parvovírus, é muito importante ter a certeza de qual é o vírus causante. Para isso há provas rápidas que detetam o vírus através de amostras de sangue nas fezes.

Como tratar o coronavírus em cães?

O tratamento do coronavírus é sintomático; não há medicação ou cura para a doença. Tratam-se os sintomas com antibióticos e se utiliza fluidoterapia para evitar a desidratação. Podem administrar-se fármacos para cortar a diarreia e os vômitos, junto com um protetor do estômago para proteger a mucosa intestinal, estimulantes do apetite e vitamina B.

Se for o único vírus que estiver a atacar o teu cachorro, o prognóstico é muito favorável e a mortalidade baixa, recuperar-se-á depois de alguns dias.

Recorda que, ainda que o teu cachorro se recupere, o vírus ainda é contagioso, portanto deves extremar as medidas de higiene e tê-lo separado de outros cães.

Vacina coronavírus para cães

A melhor forma de proteger o teu cachorro e poder estar totalmente tranquilo é a prevenção. Para isso deves seguir o plano de vacinação de cachorros e todas as indicações do veterinário. Além do mais, quando são cachorros e o seu sistema imunológico ainda não está completamente desenvolvido, é aconselhável controlar o contato com as fezes de cães que não conheces. Uma correta higiene também é fundamental para evitar doenças, assim como uma boa alimentação que fortaleça as defesas.



Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Como acostumar o teu cão com as visitas

Como adestrar um cão?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.