Diferenças entre brincar com um brinquedo e destruí-lo. Como evitar que isso aconteça?

Para o cão não há diferença entre brincar com um brinquedo e destruí-lo. Ele está a desencadear os seus instintos primários e instintos de caça, presa e persecução. Por isso, os cães têm a necessidade de satisfazer estas condutas inatas.

Para satisfazer estas condutas inatas podemos incentivar a brincadeira controlada, com exercícios de puxar, mordida, disputa…quase todos os dias, de forma periódica e constantes, facilitando e controlando os mecanismos para que eles consigam satisfazer estes desejos inatos. Por outro lado, podemos deixar que ele mesmo brinque, com acesso livre aos seus brinquedos ou também com o risco de que dê uma mordidela a outros objetos que sejam mais estimulantes para ele como um móvel, uma planta, um sapato… ou que no caso dos brinquedos os acabe por destruir por completo. Ante estes desejos ou necessidades, os seus mecanismos inatos ficam ativos e têm a necessidade de buscar os estímulos que satisfazem as suas necessidades de morder ou caçar, cujo objetivo final é consumir a presa, morder, lutar ou destruir mediante a mordida insaciável, puxando o brinquedo de um lado a outro com força.

Como controlar as condutas inadequadas do cão

Chegado neste ponto, e se é o nosso interesse controlar as condutas inatas do nosso cão, por vários motivos, tanto para controlar os seus atos inadequados, como para um adestramento e educação, ou para exercer mais controlo no grupo como líder, ou para corrigir, moldar ou diminuir condutas; devemos ter vários fatores em consideração. Entre eles as caraterísticas do animal, raças morfologia e principalmente qual é a raça, já que não é o mesmo um cão pastor, um sabujo ou farejadores, de caça, entre eles os cobradores ou levantadores.

Cada raça tem umas preferências de brincadeiras diferentes

Dependendo de umas raças ou outras, o cão desfrutará mais com uma ação do que com outras, alguns gostam mais de apanhar a presa, outros persegui-la, outros lutam com ela e outros gostam de entregá-la ao seu dono. Portanto, temos que saber distinguir do que o nosso cão mais gosta e dependendo das suas preferências, oferecer e facilitar, para que se sinta satisfeito e não tenha necessidade de satisfazer estas condutas por conta própria, que é quando destroem móveis, e estragam tudo o que chega à sua boca.

É recomendável dedicar um tempo de brincadeiras e de lazer ao nosso animal de estimação. É importante a socialização e o vínculo, nada melhor para isso que brincar, as carícias e os cuidados. Podemos aproveitar estes momentos para satisfazer as suas necessidades inatas de apanhar a presa, mordê-la ou persegui-la, para isso uma simples bola ou um mordedor, são suficientes:


Apresentamos a seguir exemplos das bolas ou mordedores que podemos usar para satisfazer as necessidades de caça dos nossos animais de estimação.


Uma brincadeira saudável através da educação

Para evitar que o nosso cão acabe por destruir o seu brinquedo, é necessária uma boa educação e satisfazer às suas necessidades e condutas de caça inatas. Se nós não oferecemos a educação adequada eles poderão controlar-se até um certo ponto, mas em alguns momentos os seus instintos aparecerão e terão a necessidade de fazê-lo, sem saber se é o momento adequado ou não. Portanto, nós, mediante a brincadeira ensinaremos qual é o momento de caçar, de se divertir e de satisfazer os seus impulsos, evitando assim destroços ou condutas indesejadas em casa.

Para usar esses brinquedos por primeira vez é recomendável fazê-lo paulatinamente. Se forem brincar de perseguir a bola, os primeiros lançamentos serão a uma distância curta, com muita motivação e elogios quando o cão apanha a bola, e principalmente quando a traz de volta. Estes elogios serão muito gratificantes para o cão, já que a sua recompensa será outro lançamento. Se o teu cão gostar de morder, os nossos movimentos não devem ser bruscos, para não magoar os seus dentes. Se for um cachorro, sempre deve resultar vencedor, para motivá-lo a voltar a nós e que traga de volta o mordedor para vencer novamente no combate pela presa.

Com o tempo perceberemos que o cão não quer outra coisa a não ser perseguir a bola ou brincar com o mordedor, vai preferir isso no lugar de procurar uma outra alternativa de brincadeira. E o mais importante, teremos a ferramenta ideal para que acuda à nossa chamada ao mesmo tempo que contribuímos para satisfazer os seus instintos.

« Anterior

Como alimentar o teu degu de forma correta

Jogos mentais para cães

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.

Natal