Pessoas com alergia aos animais de estimação

Aproximadamente 15% das pessoas têm a má sorte de serem alérgicas a alguns animais de estimação. Os animais que causam este problema mais comumente são os cães e gatos, que são também os animais de estimação mais habituais nas casas.

A melhor recomendação para estas pessoas é não ter animais ou escolher um sem pelos, como os répteis, mas as vezes a alergia surge depois de ter convivido com um animal por vários meses ou também acontece que as crianças querem tanto um companheiro que acedemos e tentamos conviver com um animal de estimação em casa.

Recomendações que diminuem as reações alérgicas

A regra número um e mais importante é que o animal não deve ter acesso aos quartos, que é onde a pessoa alérgica passa mais tempo e está em contato direto com tecidos, almofadas e colchões. É melhor que o animal fique fora da casa ou apenas nos ambientes mais ventilados. As substâncias que causam alergia se soltam constantemente do corpo do animal e ficam no ambiente, por tanto é importante não ter tapetes, aspirar o chão diariamente e os móveis, mais ou menos a cada 15 dias; para isto é importante usar um aspirador com um filtro eficaz que não solte as partículas alergénias novamente no ar onde estas ficarão hospedadas por muito tempo. O chão de madeira é mais fácil de limpar, assim como a tapeçaria de couro sintético ou tecidos impermeáveis similares.

Os animais de estimação devem ter a sua própria cama e não utilizar os sofás para descansar. Isto facilita o controlo de alergénios no ambiente, pois basta com lavar a capa a 60ºC regularmente. Melhor ainda se o colchão estiver coberto com um plástico ou uma lona impermeável por debaixo da capa, assim as partículas não ficam hospedadas nas almofadas.

As substâncias responsáveis da alergia se encontram, no geral, na saliva; quando o animal se lambe as espalha pelo seu corpo e daí se liberam para o ambiente. Por tanto se recomenda um banho cada 7 a 15 dias aproximadamente, tanto para cães como para gatos. Isto ajuda a diminuir a carga de alergénios sobre a sua pele e, como consequência na casa.

Outra ação que ajuda muito é escovar diariamente os animais fora da casa. Isto, evidentemente, não deve ser feito pela pessoa alérgica. Também há substâncias alergênicas na urina, de modo que se deve limpar com frequência a bandeja sanitária dos gatos e, se for possível, utilizar uma com tampa para evitar que se espalhe pelo ar.

Na atualidade existem produtos que ajudam ainda mais às pessoas alérgicas a animais de estimação. Trata-se de limpadores e loções que se aplicam diretamente sobre a pele dos animais e diminuem em uma grande percentagem a quantidade de alergénios. Estes produtos estão avalizados por Allergy UK, uma associação médica líder na ajuda a pessoas com alergia, pois existem numerosos reportes de efetividade.

Se estas medidas não apresentarem resultados, se a pessoa tem asma ou o médico recomenda não ter um animal de estimação, então infelizmente o mais indicado será buscar um novo lar para o cão ou gato e priorizar a saúde dos integrantes da família.


« Anterior

Ração 100% natural

Cães que pedem atenção com ladridos e choros

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.