Como saber se o teu canário é macho ou fêmea

Como saber se o teu canário é macho ou fêmea

Esta é uma questão bem difícil para os principiantes. Inclusive os expertos duvidam e falham na hora de determinar o sexo dos canários.

Só há um método que é infalível: se o teu canário põe ovos é uma fêmea! Todos os outros têm alguma margem de erro e, portanto, é melhor conhecer diferentes métodos para determinar o sexo dos canários, somar as evidências e assim chegar a uma conclusão mais precisa. Se quiseres aprender a diferenciar os machos das fêmeas de canário, este é o post que estavas à procura.

1. Diferenças morfológicas

Nas aves adultas são visíveis diferenças morfológicas que ficam evidentes para o olho treinado. Por exemplo, os machos são mais esbeltos, mais atléticos e possuem uma postura mais ereta.  As fêmeas são, no geral, um pouco menores e tanto o formato do seu corpo como o de sua cabeça é mais arredondado. A forma mais precisa para saber se o teu canário é macho ou fêmea é observar a área das fezes na época do cio. Para ver melhor a área, podemos soprar as penas ou umedecê-las um pouco. Os machos têm uma protuberância, chamada também de botão, bem na saída das fezes. Por outro lado, as fêmeas férteis apresentam um abdome bem liso que se estende até as fezes. Em alguns tipos de canários, os sexos também podem ser diferenciados pela cor da pelagem.

2. Diferenças no comportamento dos canários adultos

A época mais propícia para diferenciar os machos das fêmeas é na temporada de reprodução, que começa no final do inverno ou no começo da primavera, segundo o clima da região. Quando as aves no parque ou no jardim começam os seus cortejos, é quando os canários também começam a mostrar diferenças no comportamento em função do seu gênero. Os machos entoam os seus cantos mais fortes e melodiosos para atrair as fêmeas. Caso compartilharem a gaiola com uma fêmea, irão tentar dar-lhe comida no bico e cortejá-la. As fêmeas começam a preparar o ninho nessa época, buscam materiais que sirvam para formar um leito macio. Algumas podem cantar também, o que pode levar a uma confusão, mas no geral o seu canto não é tão forte e nem tão belo quanto o dos machos. Tens que levar em conta que os machos praticamente deixam de cantar no inverno e durante a mudança.

3. Diferenças no comportamento dos filhotes de canário

Os criadores expertos de canários têm desenvolvido outros métodos para definir o sexo dos filhotes quando ainda estão no ninho. São muitíssimos e com diferentes graus de eficácia. Alguns dizem que é preciso bater suavemente no ninho e ver a reação; os machos abaixam a cabeça e levantam o rabo enquanto as fêmeas parecem não reagir. Outros colocam os filhotes sobre uma toalha ou outro material onde possam aferrar bem as patinhas. Ao deixá-los assim, os machos mostram-se mais aventureiros e começam a explorar. Outro comportamento que é útil para identificar os machos é justamente antes da primeira mudança, quando as aves fazem as suas primeiras tentativas de cantar. Quase todos os que exibem essa conduta são machos, apesar de cerca de 30% das fêmeas também tentarem, devido ao fato deste tempo ser de grandes trocas hormonais.

Deixe um comentário