A colocação das plantas no tanque

As plantas desempenham o papel mais importante num tanque em funcionamento. Deixando de lado os aspetos decorativos, as plantas são, ao mesmo tempo, produtoras de oxigénio e servem de esconderijo para os peixes e de lugar ideal para a desova; também competem por alimento com as desconfortáveis algas. A grande variedade de diferentes espécies de plantas permite inumeráveis possibilidades de combinação. É necessário distinguir entre plantas subaquáticas, plantas de folhas flutuantes, plantas flutuantes (as quais não criam raízes no solo), plantas para a zona palustre e plantas para a zona húmida.

A seguir, apresentamos algumas espécies e também indicamos a qual área, das acima citadas, pertencem.

Em lojas especializadas você encontrará muitas mais variedade e também o assessoramento por parte dos profissionais qualificados sobre quais podem ser as plantas mais apropriadas para o seu lago de jardim. Nunca apanhe plantas da natureza! Em muitos casos existem leis que o proíbem, e não só quando o lugar onde cresce a planta em questão é propriedade particular.

4.1 As plantas subaquáticas

Estas plantas são decisivas para o equilíbrio biológico dentro do lago, já que se encarregam de enriquecer a água com oxigénio e de decompor as substâncias nocivas.

Principalmente as plantas de crescimento rápido, como o cerástio e a elódea são rivais naturais das altas já que disputam a mesma fonte de alimentação. Por este motivo estas plantas são altamente recomendáveis para todo lago de jardim.

Elódea Elodea sp.

É uma planta de crescimento rápido e enriquece a água com oxigénio. É ideal para ser plantada como “pioneira” em tanques novos.

  • até uma profundidade de água de 100 cm
  • as plantas adultas podem atingir uma altura > 100 cm

Ranúnculo (Ranunculus circinatus)

  • até uma profundidade de água de 30 cm
  • as plantas adultas podem atingir uma altura aproximadamente de 100 cm

Cerástio (Ceratophyllum demersum)

Nada principalmente nas águas tranquilas e ricas em substâncias nutritivas.

  • até uma profundidade de água de 150 cm
  • as plantas adultas podem atingir uma altura aproximadamente de 50 cm

Utrículo (Utricularia vulgaris)

  • até uma profundidade de água de 50 cm
  • as plantas adultas podem atingir uma altura de até 50 cm

4.2 Plantas aquáticas para zonas palustres e água de pouca profundidade, assim como para as zonas marginais.

As áreas marginais constituem o marco ótico do seu tanque e representam um valioso espaço para muitos animais. Se forem combinadas adequadamente as plantas nesta zona, desfrutará desde a primavera até o outono de uma abundância de flores. Disponha as plantas de tal forma, que as variações de maior tamanho estejam situadas no fundo (seguindo a direção principal da vista). Desta forma o seu lago de jardim exibirá ainda mais a sua beleza.

Butomus umbellatus

  • florescimento:  De Junho a Agosto
  • até uma profundidade de água de 30 cm
  • as plantas adultas podem atingir uma altura entre 80 e 100 cm

Menyanthes trifoliata

Plantar em lugares ensolarados!

  • florescimento:  De Maio a Junho
  • altura aproximada de até 30 cm

Geum rivale

  • florescimento:  de Maio a Junho
  • as plantas adultas podem atingir uma altura de 30 cm

Malmequer-dos-brejos (Caltha palustris)

Nada principalmente em águas tranquilas e ricas em substâncias nutritivas.

  • florescimento:  de Abril a Junho
  • as plantas adultas podem atingir uma altura entre 30 e 40 cm aproximadamente

Erva-carapau (Lythrum salicaria)

Forma arbustos!

  • florescimento:  De Julho a Setembro
  • até uma profundidade de água de 20 cm
  • as plantas adultas podem atingir uma altura de 150 cm

Iris amarelo Iris sp.

Na natureza pertence às espécies protegidas!

  • florescimento:  de Maio a Julho
  • altura aproximada entre 60 e 80 cm

Calla palustris

Os rizomas sem raiz também podem deixar-se livres na água como plantas flutuantes.

  • florescimento:  de Maio a Julho
  • as plantas adultas podem atingir uma altura de 30 cm

Alisma Alisma sp.

  • florescimento:  De Junho a Agosto
  • altura aproximada entre 60 e 80 cm

4.3 As plantas de folhas flutuantes

As mais conhecidas e também as mais apreciadas entre as plantas de folhas flutuantes são os nenúfares brancos e amarelos. Na hora de colocá-los preste atenção para que as plantas de folhas flutuantes não tirem luz às plantas subaquáticas. É recomendável reservar uma determinada zona do tanque para as plantas de folhas flutuantes. Se estas começarem a se estender para além da área predeterminada, deve retirar as folhas que forem necessárias.

Os nenúfares brancos e amarelos são considerados dentre as plantas mais belas que podem crescer num lago de jardim. Escolha nenúfares de acordo com o tamanho do seu tanque, pois algumas variedades, que pelo seu desenvolvimento, apenas são aptas para tanques maiores. Antes de plantá-lo elimine as zonas podres do rizoma. O seu fornecedor especializado lhe dará mais conselhos sobre a colocação das plantas, o seu descanso invernal e o cuidado.

4.4 As plantas para lagos de kois

As plantas delicadas e de estrutura fina serão em pouco tempo comidas pelos kois de grande tamanho, por tanto deve introduzir apenas variedades mais robustas. Os nenúfares grandes têm dado muito bom resultado.

Devido à problemática que apresenta uma zona palustre em um tanque de kois (veja o apartado 2.11 “O que ter em conta na hora de construir um tanque de kois”), muitos proprietários de tanques de jardim têm optado por outra solução:

do lado do tanque propriamente dito, situa-se (inacessível para os kois) um canal povoado por plantas palustres, através do qual a água do tanque é transportada mediante uma bomba. Isto é chamado filtro vegetal, e substitui a decomposição de nitratos, da qual num tanque normal, encarregam-se as plantas subaquáticas e as demais que habitam a zona palustre. Contudo, este procedimento não substitui a filtragem do tanque mediante um filtro que atue biologicamente.

4.5 Como colocar as plantas corretamente

A melhor época para plantas está compreendida entre a primavera até bem adentrado o verão (desde Abril até Agosto, mais ou menos), já que é nestes meses quando a temperatura da água está mais quente, por tanto as plantas crescem mais rápido. Além do mais, a oferta nos estabelecimentos especializados é, durante estes meses, enorme.

É melhor introduzir as plantas subaquáticas e, em especial as de folhas flutuantes em cestas, de forma que se possa modificar a sua localização, com a ajuda, por exemplo, de um pau comprido, até mesmo depois de terem sido introduzidas no tanque. As cestas devem ser previamente cobertas com serapilheira e depois enchidas com areia grossa ou cascalho. A seguir, coloque, por exemplo, elódea ou cerástio.

Para ter a certeza que as plantas crescem rápido e saudáveis, introduza em cada cesta, segundo o seu tamanho da cesta e o da planta, até quatro comprimidos SERA florenette T perto das raízes. Finalmente, coloque a cesta com as plantas nas zonas do tanque que tenha selecionado para elas.

SERA florenette T, com minerais e oligoelementos selecionados garante, pela sua composição, que as plantas possam assimilar as substâncias nutritivas dissolvidas na água, como o nitrato e o fosfato. Desta forma encarrega-se SERA florenette T de um esplêndido desenvolvimento das suas plantas. SERA florenette T contribui para a descontaminação da água e evita que tenha demasiadas substâncias nutritivas para as algas.

Coloque as plantas palustres diretamente no revestimento de fundo dos terraços de plantação.

Aqui também se recomenda oferecer um apoio ao crescimento com SERA florenette T. Uma vez terminadas as tarefas de plantação, deixe que o seu tanque descanse por pelo menos 3 semanas. Este é o tempo que as plantas precisam para arraigar bem; passado este período podem ser introduzidos, com muito cuidado, os primeiros peixes.

SERA pond florena e SERA florenette T representam a combinação de adubo ideal para todas as plantas aquáticas. Os comprimidos de adubo SERA florenette T fortalecem as raízes; o adubo completo SERA pond florena garante folhas esplêndidas, de um verde brilhante.

4.6 Umas condições estáveis de água graças a SERA NH-KH plus

Para que tenham umas condições estáveis na água, o tanque deve apresentar uma dureza total entre os 6 e 16º dH e uma dureza de carbonatos entre os 5 e 10 dH. Quando os valores de KH se situam por baixo dos 5º dKH, se produzem grandes oscilações do pH. Devido a uma forte proliferação das algas no verão ou também a causa de intensas precipitações de chuva ácida (até mesmo em zonas pouco industrializadas, a água de chuva pode ter um pH de 3,5!), pode se produzir rapidamente uma queda da dureza de carbonatos.

Por este motivo recomendamos que controle a dureza da água de forma regular com o SERA teste de gH e o SERA teste de kH. No caso de que fosse necessário, eleve o valor a 6º dGH e a 5º dKH, mediante o uso de SERA GH-KH plus.


« Anterior

Educação e comportamento de um cachorro ou um gatinho

Como saber se a minha chinchila é macho o fêmea?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.