Alimentação de ouriços

,

Os ouriços são pequenos mamíferos originários de África do norte e da Europa. A sua manutenção e alojamento não é muito exigente e acostumam-se ao contato com as pessoas, entretanto são solitários e não lhes interessa interagir com seus donos em demasia.

A história dos ouriços como animais de estimação é bastante curta, pelo qual existe muita controvérsia a respeito das suas necessidades alimentares. Este tema ainda não foi muito estudado e as recomendações baseiam-se na experiência dos criadores e algumas investigações isoladas.

Os ouriços são classificados como insetívoros, mesmo que se alimentem de algumas frutas e verduras também, pelo que alguns os consideram como omnívoros.

Geralmente é recomendada para eles uma dieta comercial para gatos de boa qualidade, com carne como principal ingrediente ao invés de produtos derivados dela. São utilizadas rações para gatinhos enquanto jovens e depois a versão adulta com redução de calorias para os adultos. É muito importante que a dieta não seja excessiva em gorduras, já que pode levá-los ao sobrepeso. Além disso, não conseguem metabolizá-las adequadamente e são acumuladas no fígado, causando a doença conhecida como lipidose hepática, que é muito severa e irreversível. Também é possível dar, de vez em quando, uma colher de alimento em lata para cães e gatos, sem exceder porque esta é mais saborosa e logo podem se recusar à ração seca e, além disso, contém mais gordura e aditivos.

Atualmente é possível conseguir rações formuladas especialmente para ouriços, com uma fórmula mais adequada que as dos gatos, mas como há variações nos requerimentos das distintas espécies, é melhor suplementá-las com alimentos frescos, como frutas, verduras e insetos.

Outra alternativa são as comidas preparadas para insetívoros, que é a que escolhem muitos zoológicos e veterinários de animais exóticos. Nem sempre é fácil conseguir essa dieta nas lojas.

Como podes ver, são recomendadas diferentes opções para sua alimentação, e até que o tema seja bem estudado o mais seguro é dar-lhes uma variedade de comidas dentro das permitidas para assegurar um amplo espectro de nutrientes de boa qualidade.

Estas dietas comerciais podem ser suplementadas com produtos frescos. A maioria dos ouriços adoram o verme-da-farinha e é possível dar umas quatro porções por semana. É importante que sejam preparados previamente para que tenham um maior valor nutricional. Isto é conseguido ao alimentar as lombrigas ou os insetos 24 horas antes com alimento para cães, frutas e vegetais. O mesmo pode ser feito com os grilos, baratas, gafanhotos, etc. Estes insetos devem vir de uma fonte segura para evitar que estejam contaminados com pesticidas ou fertilizantes. Podes utilizar as latas de insetos já preparados que são vendidas para répteis.

Uma boa fonte de proteínas são os pedacinhos de ovo cozido, comidas para bebé ou pedacinhos de carne de frango sem temperar; devem ser oferecidas somente esporadicamente.

Também é bom complementar a ração com frutas e verduras frescas, como maçãs, pêssegos, morangos, cenoura cozida, brócolos, etc., evitando os cítricos que podem provocar diarreia.

Finalmente, deves cuidar de não sobrealimentar o teu ouriço. É um animal muito pequeno e é fácil se exceder em sua ração. É recomendado dar duas colheradas grandes de ração por dia mais meia colherada dos suplementos mencionados, variando os ingredientes para garantir uma dieta rica e nutritiva.

Dra. Isabel Iglesias

« Anterior

Jogos didáticos para animais de estimação

Os cães devem usar roupa ou não?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.