Alimentação dos porquinhos-da-índia

Os porquinhos-da-índia ou cobaias são animais herbívoros exclusivos. Eles têm estômagos relativamente grandes e uma porção do intestino que se encontra anexada entre o intestino delgado e o grosso, onde habita uma enorme população de bactérias que fermentam as fibras e permitem que o animal aproveite os seus nutrientes. Essas bactérias são muito sensíveis a alguns antibióticos, portanto é necessário ter muito cuidado ao utilizar este tipo de medicamentos.

Alimentação:

A alimentação dos roedores está bastante bem estudada, portanto temos disponível alimentos de muito boa qualidade para eles. Estes têm a vantagem de conter uma nutrição completa, preparada de forma que os porquinhos-da-índia não consigam selecionar os seus ingredientes preferidos.  A sua alimentação deve incluir:

  • Ração formulada especificamente para porquinhos-da-índia, pois deve ter suplemento de vitamina C. Os porquinhos-da-índia são os únicos roedores que requerem o aporte externo desta vitamina porque não são capazes de fabricá-la eles mesmos. A falta de vitamina C pode derivar em vários problemas de saúde, como infecções crônicas, alterações nas articulações, gengivite, falta de apetite, letargia, mal-estar do pelo, secreção nasal e perda de peso. Devemos destacar que a vitamina C oxida-se rapidamente em contato com o ar e perde as suas propriedades, portanto recomenda-se adicionar diariamente à dieta um suplemento ou vegetal fresco que contenha altas quantidades desta vitamina. Estes são (em mg em 1/3 de chávena): pimentos vermelhos 151, pimentos verdes 65, tomate 29, espinafres 25, aspáragos 23, ervilhas 16, rabanetes, batata 12. Um porquinho-da-índia adulto precisa uns 20-25 mg de vitamina C por dia; esta quantidade é de 30 a 40 mg para fêmeas gestantes.
  • Feno. Independentemente da dieta que dás ao teu animal de estimação, sempre deves deixar abundante feno à sua disposição. A fibra permite manter um trânsito intestinal adequado e ao mastigá-la desgasta os seus dentes, evitando um crescimento excessivo. O feno de alfafa contém demasiado magnésio e apenas deve ser administrado esporadicamente.
  • Variedade de vegetais frescos que garantam uma alimentação completa e equilibrada. É muito importante que o porquinho-da-índia se habitue a receber diferentes verduras desde pequeno, pois à medida que cresce começa a rejeitar alimentos novos e fica mais difícil incorporar ingredientes.
  • Guloseimas para porquinhos-da-índa, mas apenas devem ser oferecidas de forma esporádica e em pequenas quantidades, pois aportam calorias que não são nutritivas e provocam excesso de peso.

As proteínas de origem animal não são adequadas para esta espécie, portanto não deves oferecer ovos nem produtos lácteos.

Uma dieta ideal para porquinhos-da-índia consiste em quantidades ilimitadas de feno, uma pequena quantidade de ração ou pellets para porquinhos-da-índia uma vez por dia e várias porções diárias de vegetais frescos. Para manter a higiene é necessário descartar os restos de comida da gaiola pois estes podem estragar-se. Se o teu porquinho-da-índia rejeita os vegetais ricos em vitamina C, terás que adicionar à comida em forma de gotas ou em pó. Não se recomenda adicionar na água porque muda o seu sabor e o porquinho-da-índia poderia deixar de beber água se não gostar do novo sabor.

Dra. Isabel Iglesias

Artigos relacionados:


« Anterior

Armadilhas para ratos sem matá-los

O que podem comer os porquinhos-da-índia?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.