Férias: viajar com cão de carro

Férias: viajar com cão de carro

Muitas pessoas deixam os seus animais de estimação em hotéis para animais antes de viajar de férias. Em muitos casos passar as férias com o cão apenas requer saber como levar o cão no carro e de alguns preparativos extra; evidentemente isto será possível se fores a algum lugar que permita levar animais. O fato de partilhar este tempo livre com o seu “irmão” canino costuma ser uma experiência muito gratificante para as crianças.

Para viajar com um cão de carro o teu animal de estimação deve reunir determinadas condições para que tu e ele possam desfrutar do trajeto. Muitos cães vomitam quando viajam de carro.  Para tentar solucionar isto é conveniente começar com passeios muito curtos e logo descer para apanhar um bocado de ar. Se for possível um passeio ao parque, por exemplo, é uma boa forma de criar uma associação positiva no cão. Se perceberes que tolera melhor os trajetos curtos, começa aos poucos ir mais longe até que notes que já não o incomoda.

Alguns cães precisarão medicação contra os enjoos para evitar os desconfortáveis vómitos no carro. Para viajar com cães com este problema recorre ao teu veterinário para que te indique o que for melhor para o teu cão. No geral utiliza-se dramin ou acepromazina, mas também podes utilizar as Flores de Bach (rescue remedy + mimulus) ou a homeopatia.

Alguns cães ficam muito assustados ao subir no carro, porque não estão acostumados ou porque apenas sobem para ir ao veterinário ou ao hotel. Se quiseres evitar que se movimente e chore o caminho todo, faz o treino de viagens curtas a lugares agradáveis. Sempre preso, seja com cinto de segurança, com arnês ou com uma barreira para que se sinta mais seguro e para que se acostume a ficar quietinho no banco. Outra recomendação para viajar com cães de carro é procurar falar com ele calmamente e fazer festinhas durante o percurso para que associe o carro com algo agradável.

Equipamento para viajar com o teu cão

Se o teu cão gosta de andar de carro ou já solucionaste os problemas mencionados anteriormente, agora deves pensar no equipamento para a viagem e em como levar o cão no carro.

  •         Existem diferentes modelos de pratos dobráveis ou garrafas com bebedouro incluído que são muito práticas para levar água em viagens longas.
  •         Leva também algum dos brinquedos favoritos para o caminho, assim vai ficar entretido e ficará mais calmo e quieto.
  •         Não te esqueças de levar a sua ração de sempre, para não correr o risco de não encontrá-la no lugar que fores de férias. Recorda que alguns cães são muito sensíveis às mudanças de alimento e podem acabar com diarreia.

Viajar com um cão de carro é fácil se tiveres em conta estes simples conselhos. Se a viagem for curta é conveniente não dar-lhe de comer antes de sair para evitar algum mal-estar e alimentá-lo quando chegarem ao destino final. Isto também ajudará a que se sinta mais a vontade nesse lugar. Evidentemente não esqueças o boletim sanitário com as vacinas, a sua coleira e a trela. Se fores daqueles muito cuidadosos com o carro, existem capas para os bancos do automóvel que os mantêm livres de pelos, terra ou areia.

Como levar o cão no carro

O último ponto importante é a segurança. Para viajar com um cão de carro, ele deve ir preso, pois em caso de acidente o seu corpo pode sair expelido e virar um projétil que coloca em risco tanto a sua segurança como a de todos os passageiros. Há diferentes formas de segurança para viagens:

  •         Caixas de transporte para carro. Se o cão estiver acostumado a este tipo de encerro, esta é uma boa forma de viajar, pois ai sentir-se-á contido e poderá movimentar-se e relaxar-se a vontade. Não te esqueças de segurar ou amarrar a caixa de transporte, pois esta também pode mover-se e magoar o cão ou os demais passageiros. Coloca no interior mantas, brinquedos ou o qualquer objeto que deixe tranquilo o teu cão.
  •         Arnês ou trela que possam fixar-se ao cinto de segurança do automóvel. Esta é a forma mais comum e rápida de viajar com um cão de carro. É um tipo de artefato que permite que o teu animal de estimação possa se sentar e deitar, o que fará com que a viagem seja mais confortável. Podes acoplar simplesmente o cinto de segurança ao seu arnês habitual ou comprar um arnês acolchoado especial para carros. Se o arnês tiver fivelas de metal, melhor ainda, pois as de plástico podem romper-se durante uma colisão a grande velocidade.
  •         Se o teu veículo for uma carrinha, viajar com cão no carro é muito mais simples. Existem grades de nylon ou de metal que podem ser instaladas por trás do respaldo do banco traseiro. Este método permite que o cão possa movimentar-se livremente em todo o porta-bagagem, mas em caso de acidente pode golpear-se contra as paredes laterais ou ficar solto na estrada se o cristal detrás se estragar. Também deves fixar muito bem as grades no automóvel, pois se não estiverem muito bem colocadas, podem acabar por se soltar em uma batida e permitir que o cão caia encima dos passageiros no banco de trás.

Independentemente do método que escolheres, acostuma o teu cão a utilizá-lo antes de começar uma viagem longa, assim evitarás desgostos ou mudanças de planos no caminho.

Outros conselhos para viajar com cães de carro

Durante a viagem, existem alguns conselhos importantes que não deves esquecer.

  •         Os cães adoram viajar com a cabeça para fora da janela, mas muitas vezes podem resultar em lesões nos olhos por partículas que estão no ar. Ao viajar a altas velocidades estas viram mini-projéteis que impactam nas córneas do teu melhor amigo.
  •         É muito aconselhável colocar uma placa na sua coleira com algum número de telefone para que seja mais fácil localizar-te, no caso do teu cão se perder.
  •         Finalmente, o mais importante; nunca, nunca, nunca deixes o teu cão no carro se fores sair por um momento. Um veículo fechado durante o verão pode atingir rapidamente temperaturas de mais de 50ºC e tornar-se numa trapaça mortal. Um cão fechado nestas condições sofrerá, com total certeza, um golpe de calor que resultará em choque, colapso e morte.

 

Agora que já sabes como viajar com o teu cão de carro, apenas basta desfrutar das férias e ver como o teu animal de estimação se diverte ao correr entre as ondas ou explorar lugares novos.

Deixe um comentário