Iguanas: o terrário

Já falamos sobre a luz, temperatura e humidade adequada para que a tua iguana possa viver e crescer saudavelmente.  O passo a seguir é oferecer-lhe um bom terrário com os acessórios necessários.

Enquanto a tua iguana é jovem podes mantê-la em um aquário ou terrário pequeno, pois estará confortável ai até que cresça. Além disso, enquanto são pequenas as iguanas verdes permanecem no chão e não tanto nas árvores. Assim terás algo de tempo para planificar a sua jaula definitiva. O mais usual é um recinto de madeira com um ou mais lados de arame galinheiro ou um material transparente que permita uma boa visibilidade. Também pode ser utilizado vidro, que é fácil de limpar e fica bonito, mas é pesado e frágil na hora de instalá-lo. O arame deixa fugir o calor e se não estiver bem tenso pode perder a forma, mas as iguanas gostam desse material, pois lhes oferece uma superfície para trepar, além de permitir que o terrário se ventile melhor. Deverás escolher o material mais apropriado segundo a temperatura da tua casa.

O terrário de uma Iguana

Tamanho do terrário

Como sempre a regra geral é que quanto maior, melhor. No caso das iguanas deves ter em conta que precisam muito espaço vertical porque passam a maior parte do tempo subidas em troncos ou plataformas. Recomenda-se que seja tão alta como o comprimento da iguana (incluindo o rabo) ou mais, o comprimento deve ser 1½ o corpo da iguana e a largura, de 2/3 do comprimento da iguana. Este tipo de jaula pode ser colocada contra a parede de um quarto e não ocupa tanto espaço no chão. Com estas medidas a iguana tem espaço para caminhar, dar a volta e trepar.

Agora deves dar uma superfície para ela trepar. Podes usar ramos grossos inclinados ou rampas e alguns estantes no final para que possa descansar ai. Cobre-o com um tapete de relva sintética para que tenha onde aferrar-se com as suas unhas, cuidando que não fiquem fios soltos que possam ficar presos nas suas patas e magoá-la. Outra opção prática e que fica muito gira é envolver os ramos ou rampas com barbantes grossos e aderi-los bem para que não se soltem e acabem por ser perigosos. As iguanas costumam passar a maior parte do tempo subidas em sítios altos, por tanto podes aproveitar para localizar ai a fonte de calor, mas deves ter cuidado para colocá-la fora do seu alcance para que não se queime.

Substrato do terrário

É conveniente evitar qualquer substrato que seja particulado, como serragem, areia ou cascalho, pois podem ser ingeridos e causar obstruções intestinais. Podes utilizar qualquer tipo de papel limpo e sem tinta; este não é atrativo, mas é fácil de substituir quando ficar sujo e é barato.

Também se utilizam tapetes sintéticos, que ficam mais bonitos. Uma forma de mantê-lo limpo é cobrir a superfície com quadros de tapete, assim, quando estiver sujo apenas terá de retirá-lo e trocar por outro enquanto desinfetas o que acabas de retirar. Podes usar lixívia (diluir uma parte por cada dez de água) tendo a precaução de enxaguar muito bem logo a seguir.

Se a jaula da tua iguana for muito grande podes usar chips de madeira (não de pinheiro nem cedro, pois podem ser tóxicas) sobre o chão. Como as iguanas passam quase que o tempo todo em altura apenas descerão para defecar e estarão um período curto sobre ele. Na natureza as iguanas vivem sobre a areia sem problemas, mas em cativeiro tendem a ingerir o material do substrato porque estão entediadas e fechadas.

Independentemente do substrato que fores escolher, é muito importante que esteja sempre limpo e seco. Os animais que vivem em um ambiente sujo têm muitas mais chances de infectar qualquer pequena ferida na pele e desenvolver dolorosos abscessos.

Se quiseres, podes colocar plantas no terrário, mas o mais provável é que a tua iguana decida experimentá-las como parte da sua dieta, tal como o faria no seu ambiente natural. Se gostar, cortá-las-á diariamente até matá-las. Também deves assegurar-te de não por plantas que possam ser tóxicas para os répteis. Uma boa opção é usar plantas sintéticas, que não serão perigosas e enfeitarão o recinto. Há muitos enfeites nas lojas de animais de estimação que fazem com que o terrário seja decorativo, além de saudável.

Iguanas livres pela casa

Muita gente deixa que as suas iguanas caminhem soltas pela casa durante parte do dia. Esta alternativa é boa para que realizem mais exercício e para que fiquem entretidas em um ambiente maior e mais variado que o terrário.

O que deves ter em conta é que todo lugar por onde passar esteja na temperatura adequada e não haja plantas ou objetos que possam ser perigosos. Além disso, as iguanas não costumam aprender a defecar em uma bandeja, por tanto pode acontecer que tenhas que limpar o quarto depois de soltá-la. As fezes de iguana podem deixar manchas que não se retiram dos tecidos.

É muito importante que desinfetes bem o lugar onde fez as suas necessidades, pois se não o fizeres podem acabar por desenvolver-se bactérias perigosas. Se gostas que a tua iguana ande solta, podes redecorar o quarto com algumas ramas para que suba e colocar uma lâmpada sobre ela para que apanhe calor. Desta maneira evitarás que suba nos móveis e os estrague com as suas garras.

Comedouro e bebedouro de uma iguana

Por último precisarás também um par de recipientes para a comida e a água. Devem ser resistentes e pesados para que a iguana não possa virá-los quando subir neles. O da água serve tanto para que beba como para que se arrefeça, também é uma ajuda para manter a humidade do recinto elevada. As iguanas costumam tomar banho e logo defecar na mesma água. Controla isto e limpa o recipiente sempre que o fizer.

« Anterior

Como cuidar de um pastor-alemão?

Conselhos para evitar riscos com os cães

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.