O que deves fazer se descobrires que tens alergia ao teu gato?

Se durante o ano todo espirras, tens um lacrimejo excessivo e, além do mais, comichão no nariz e nos olhos, é provável que tenhas alergia ao teu gato. Calma! Não desesperes se já faz um tempo que convives com um ou vários felinos, pois as alergias são assim mesmo: aparecem do nada e, normalmente chegam para ficar. 

Neste artigo partilharemos contigo o que deves fazer se tiveres descoberto que tens alergia ao teu gato, como essa reação se produz e vários conselhos para conviver com ela, além das formas para tentar preveni-la.

Porque se produz a alergia aos gatos? 

Em primeiro lugar vamos desmontar um mito, não é o pelo que produz esta reação. Deves saber que a culpável dessa alergia é uma proteína presente na sua pele que é liberada com a caspa e que os felinos espalham pelo seu corpo ao lamber-se:  é a Fel d 1. Quando os gatos se lambem, espalham estas células da pele seca pelo corpo todo e, quando o pelo cai, essas proteínas espalham-se no ambiente. Se estas substâncias entram no corpo de pessoas com um sistema imunológico mais sensível acontecerá a reação de alergia, que como bem já sabes, manifestar-se-á em forma de espirros, tosse, comichão e problemas respiratórios. 

Fel d 1 

Encontra-se na saliva, urina, glândulas sebáceas, glândulas sudoríparas e no fluido lacrimal dos gatos. Como muitos dos fluídos que contêm a proteína estão em contato com o pelo, como por exemplo, a saliva, estas proteínas ficam grudadas nele.  

Todas as pessoas apresentam os mesmos sintomas? 

Realmente a alergia não aparece em todas as pessoas com a mesma intensidade. É verdade que há pessoas que se sentem muito mal, mas há outras tantas que têm uma apresentação menos severa. Em qualquer caso, o melhor conselho que podemos oferecer quando sintas algum sintoma é que acudas a um especialista, isto é, um alergologista. 

A alergia aos gatos é grave?

Há vários estudos que chegaram à conclusão de que, pelo menos 26% da população europeia sofre de alergia aos felinos.  

Há pessoas que apresentam sinais como a rinite com conjuntivite que não são muito graves, mas há outras pessoas que desenvolvem processos de asma, que podem ser mais complicados. Também deves saber que uma pessoa alérgica desenvolverá este processo já de forma crónica.

Como minimizar a alergia aos gatos? 

A seguir vamos passar algumas pautas para reduzir ao máximo a alergia e poder sentir-te o melhor possível, mas deves ter em conta que não irá desaparecer.

Os melhores conselhos são:

  1. Não toques o teu gato: já sabemos que será complicado, mas é importante que tenhas este conselho em conta. Em qualquer caso, se não abres mão disso, sempre recorda lavar-te muito bem as mãos com água e sabão, além de não tocar a cara, principalmente nos olhos. 
  2. Evita que o teu gatinho entre no teu quarto para que seja a tua zona “livre de alergénios”. 
  3. Na casa, tenta manter uma higiene minuciosa: varre, aspira, limpa tudo o que possas. Também evita ter tapetes ou tecidos que atraiam os pelos do gato. Recorda que junto com os pelos estará a proteína responsável da alergia.
  4. Ventila a casa diariamente. 
  5. Usa purificadores de ar em casa. 
  6. Lava com frequência a cama, almofadas e brinquedos do teu bichinho. 
  7. Prova usar loções tópicas que encapsulam os alergénios, sob prescrição de um especialista. 
  8. Por último, lava o teu gato, dessa forma reduzirás a quantidade de proteína presente na sua pele.

Além do mais, uma dica muito útil é utilizar escovas e luvas para retirar o pelo morto:


Há raças de gatos que não produzem alergia? 

Se antes de adotar um gato já sabes que eres alérgico/a, seria interessante que procures saber quais são as raças que ocasionam menos alergias. Além do mais, há algumas raças que são mais hipoalergénicas que outras, isto é, que produzem menos alergénios. Isto significa que as probabilidades de alergia se reduzem e, que o efeito que ocasiona nas pessoas será menor. O oriental de pelo curto é uma destas raças, ou o javanês ou o oriental de pelo longo, é isso mesmo, de pelo longo!

Mesmo assim muita gente acredita que o Sphynx, ao não ter pelo, é o melhor gato, mas lembra-te que a proteína responsável deste problema encontrar-se na pele e na saliva, por tanto esta teoria não é correta.  

Na nossa loja online Tiendanimal encontrarás uma seleção de produtos para manter a higiene e o pelo do teu gato:


Esperamos ter resolvidos todas as tuas dúvidas sobre a alergia aos gatos. E recorda, se quiseres saber mais sobre animais de estimação, não te esqueças de visitar o nosso blog. Por exemplo: Queres Como manter livres de ácaros as orelhas do teu gato?

Licenciada em Veterinária pela Faculdade de Córdoba em 2014.

Desde sempre tenho estado envolvida em todo o tipo de atividades com animais e os meus animais de estimação são a minha paixão.

Muito consciente com o meio ambiente e a natureza. Acredito que entre todos, podemos conseguir um mundo melhor, e graças à Tiendanimal posso contribuir para isso.

« Anterior

O cio nas cadelas: tudo o que deves saber

Armadilhas para ratos sem matá-los

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.