Parasitas externos dos coelhos e cobaias

Os parasitas externos são os que se hospedam na pele do animal, provocando na maioria dos casos comichão de variada intensidade. Quando o animal se coça, se magoa e aparecem a dermatite, as infecções secundárias, as abrasivas e a queda de pelo.

1. Os ácaros em coelhos e cobaias

Um dos parasitas que ataca a pele dos coelhos e cobaias são os ácaros da sarna, que escavam uma espécie de galerias por baixo da pelo do animal. Isto provoca comichão intensa, descamação da pele e uma perda de pelo, mais ou menos significativa. Além da comichão constante, o animal está nervoso, muito desconfortável e às vezes se movimenta sem para dentro da sua jaula, principalmente no caso das cobaias. Até mesmo podem perder peso pelo stress e a falta de apetite. O diagnóstico se realiza ao raspar a pele e identificar o tipo de ácaro com o microscópico. Trata-se com várias injeções de ivermectina e também pode completar-se a terapia com desparasitantes externos em forma de spray.

Os coelhos sofrem também outro tipo de sarna que ataca os ouvidos. O agente que a provoca é um ácaro também. Os sinais clínicos são a comichão intensa nos ouvidos, o coelho se coça com as suas patas traseiras e sacode a cabeça. O tratamento consiste em limpar os ouvidos com uma solução antisséptica suave e colocar gotas com desparasitante durante 7 ou 10 dias. Também pode ser acompanhado de injeções de ivermectina. Mesmo que não convivam com outros animais de estimação, os coelhos podem ter pulgas. Estas provocam uma comichão mais leve, a menos que se encontrem em grande quantidade. Para combatê-las são utilizados desparasitantes externos em forma de spray para roedores, mas também podem funcionar os desparasitantes para gatinhos.

2. Os piolhos em coelhos e cobaias

As cobaias também costumam ser atacadas por piolhos. Estes são uns insetos muito desconfortáveis, sem asas e muito pequenos, mas que podem ser identificados à simples vista. Ficam hospedados sobre o pelo e depositam ovos alongados. Estes insetos provocam pequenas abrasões na pele e se alimentam dos fluídos que emanam dela. A tua cobaia ou coelho podem não apresentar sintomas se tiverem poucos piolhos, mas na medida em que o número aumenta aparece a comichão mais intensa, com descamação e perda do pelo moderada. O diagnóstico é realizado por observação direta, mas é muito útil algum tipo de aumento, como a lupa. Os piolhos se eliminam com desparasitantes externos em forma de spray ou de champô. Esta doença é muito contagiosa entre cobaias, por tanto é necessário tratar a todos os animais que convivam e realizar uma quarentena a qualquer animal que for incorporado a um grupo já estabelecido. Os piolhos das cobaias não se transmitem às pessoas.Recorda que em Tiendanimal encontrarás tudo o que precisas para garantir a saúde e a higiene dos teus animais de estimação, como os desparasitantes em spray mais eficazes para combater os ácaros, os piolhos ou as pulgas.


« Anterior

Preparativos e construção do lago

A minha cobra não come. O que fazer? PARTE I

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.