O meu primeiro aquário – Parte I

O meu primeiro aquário – Parte I

Se estiveres a pensar em ter um aquário em casa, mas não tens certeza por onde começar exatamente, vamos dar-te alguns conselhos que irão ajudar-te no início e que de certeza evitarão alguns erros de principiantes; ou se os cometeres, ajudar-te-ão a afrontá-los da melhor maneira.

Antes de começar com o aquário, deves ter a certeza de organizar bem o teu tempo para cuidá-lo e investiga um bocado sobre o tema. Os peixes dos aquários provêm de diferentes partes do mundo, por tanto terão diferentes comportamentos e necessidades. Uma vez que saibas um pouco acerca de como manter os peixes que gostarias ter, será menos provável que surjam problemas ou tenhas que enfrentar-te a doenças depois de efetuar a tua primeira compra. Os buscadores da internet são uma boa fonte de informação para saber algumas coisas básicas como os parâmetros da água, temperatura, comportamentos, compatibilidade, ou tamanho de adulto. Estes são alguns dos fatores essências a ter em conta.

No geral, o mais prudente num aquário é limitar as espécies selecionadas; uma ou duas é o ideal. A maioria dos aficionados principiantes tende a superpovoar o seu aquário e a colocar os peixes no aquário desde o primeiro dia que estes chegam a casa. Nunca se deve fazer isso: os peixes são seres vivos, não objetos inanimados. É necessários aclimatá-los e dar-lhes o espaço necessário. Tem em conta que alguns deles viverão muitos anos e merecem um bom trato e um alojamento nas melhores condições.

O teu primeiro aquário terá melhores oportunidades de êxito se selecionares espécies de peixes e plantas comuns e pouco custosas. Com o equipamento e os acessórios, porém, é melhor a escolha de boas marcas desde o início. Uma vez que tenhas um pouco de experiência, já poderás tentar com espécies mais difíceis e custosas.

Quando escolheres o teu primeiro aquário, recorda que os maiores são mais fáceis de equilibrar e de manter do que os que possuem um tamanho pequeno. Isto deve-se ao fato de que um aquário de menor volume contamina-se muito mais rápido do que outro maior. Oitenta litros é um bom tamanho para começar com a maioria das espécies juvenis de água doce. Um aquário de vinte litros, por exemplo, é adequado para um betta macho e um par de caracóis.

Azucena Gual. Showfish.

Deixe um comentário