Salamandras e tritões. Introdução e Habitat

,

Estes animais de estimação são anfíbios, assim como as rãs e os sapos, mas pertence à ordem dos caudados devido à sua longa cauda. Quase não existe diferença entre salamandras e tritões, ainda que existam três tipos e algumas pessoas chamam salamandras aos estritamente aquáticos ou estritamente terrestres e tritões aos que vivem na terra durante o outono e inverno para retornar à água para reproduzir-se na primavera. Aqui chamaremos salamandras a todas.

Ambos são originários de América e zonas temperadas de África. Costumam ser confundidos com lagartixas, mas se diferenciam por ter uma pele suave e húmida, sem escamas, nem garras e por carecer de ouvido médio. As suas larvas são muito similares às dos girinos.

A maioria das salamandras e a suas larvas são carnívoras, se alimentam de insetos e invertebrados pequenos; os adultos grandes podem comer peixes, rãs e outras salamandras. As larvas começam a devorar pequenos animais aquáticos ao seu redor apenas nascem. As salamandras são animais muito silenciosos e reservados, com hábitos noturnos. Durante o dia se ocultam debaixo de troncos e folhas húmidas.

O habitat destes animais depende do tipo de salamandra de que se trata:

  • Um aquário com fundo de cascalho com um ligeiro desnível e totalmente coberto de água para as espécies aquáticas.
  • Metade terra e metade água, com um desnível em forma de rampa que lhe permita entrar e sair facilmente da água.
  • Um meio totalmente terrestre, mas com um alto grau de humidade ambiental (pelo menos 50%) e ramas para as espécies arbóreas.

Com relação ao aquecimento, este vai depender do habitat natural da salamandra. As de clima temperado não requerem que se aqueça o seu terrário sempre que a temperatura no quarto se mantiver estável. As originárias de climas tropicais e subtropicais precisam sim de calor, principalmente nos sítios onde a temperatura baixa muito durante a noite. É muito conveniente usar um aquecimento submergível, pois aquece a água e também eleva a humidade no terrário por evaporação. A parte terrestre pode ser aquecida com lâmpadas, mas recorda que não deve haver luz durante a noite. Deves ter cuidado para que as lâmpadas não aqueçam demasiado o ambiente, pois isto mataria as plantas e secaria o ar. As salamandras precisam de um gradiente de temperatura dentro do terrário, com uma zona cálida e outra mais fresca, para poder regular a sua temperatura corporal. É conveniente também reduzir a temperatura uns 5 a 7ºC durante a noite.

Ao serem animais noturnos, as salamandras não precisam de iluminação especial, mas é muito importante que tenham luz durante o dia para o seu ritmo interno e para as plantas. Os ciclos de luz são fundamentais se estiveres a pensar em reproduzir o teu animal de estimação.

Dra. Isabel Iglesias

« Anterior

Salmonela: os répteis são perigosos para as crianças?

Sabias que os furões são animais muito ativos? Nº9

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.