Suplementos de vitaminas e minerais para répteis

,

 Os répteis em cativeiro devem receber suplementos de vitaminas e minerais, além da sua dieta habitual. É muito importante que os nutrientes estejam bem equilibrados, sejam variados e tão semelhantes quanto possível aos que o animal comeria em estado selvagem. Mesmo assim, é muito difícil conseguir um perfil correto de micronutrientes, como as vitaminas e os minerais. Isto é devido a que, por exemplo, não dispomos da quantidade de ervas que existem numa floresta tropical ou os vegetais que compramos na loja foram colhidos dias antes de chegar às nossas mãos e nesse processo perdem-se vitaminas. Sobretudo é muito difícil conseguir um bom equilíbrio entre o cálcio e o fósforo. Os répteis precisam de um grande fornecimento de cálcio e menos fósforo, mas realmente a maioria dos vegetais e os alimentos de origem animal têm uma relação inversa destes minerais. Não é necessário suplementar com fósforo, considerando que já se encontra em excesso na dieta.

Além disso, se adicionarmos a falta de exposição ao sol e algum grau de stress pela reclusão (sem falar de se a temperatura ou a humidade são inadequadas) temos um animal predisposto a sofrer doenças se não oferecermos uma alimentação muito ajustada às suas necessidades.

Vitaminas: existe grande quantidade de suplementos multivitamínicos no mercado. Qualquer marca reconhecida para répteis é uma boa eleição. Poderias também escolher um para aves, para cães ou até para humanos. Adiciona o suplemento em ou gotas (se são comprimidos podes moê-los) 4 ou 5 vezes por semana, se estiver em idade de crescimento, e depois diminui a 2 ou 3 vezes por semana para a manutenção de um adulto. Esta frequência pode mudar segundo a indicação do veterinário ou o estado nutricional do réptil.

Cálcio: Alguns multivitamínicos incluem o cálcio nos seus componentes, mas no geral este não é suficiente para um réptil e é preciso fornecer um suplemento de cálcio separado. Além disso, há uma vitamina que é fundamental para a absorção deste mineral; a vitamina D3. Esta é sintetizada na pele dos répteis, sempre que tenham uma correta exposição à radiação UVB. Por isso é tão importante esta iluminação especial no terrário. Alguns suplementos contêm também vitamina D3 e outros têm apenas cálcio, mas ainda está em dúvida se a vitamina ingerida é utilizada ou não pelos animais herbívoros, de modo que não podemos deixar de fornecer radiação UVB por nenhuma razão. Adiciona cálcio à comida de um réptil em crescimento todos os dias, para depois diminuir a frequência de 4 a 6 vezes por semana, segundo a idade e o estado nutricional do teu animal de estimação.

É importante misturar bem o pó no momento de servir a comida. Não é conveniente só espalhá-lo por cima, já que o réptil pode deixar as folhas que o contém. Se o misturares bem, o sabor será imperceptível e terás a certeza de que vai comer tudo. Por último, no abuses dos suplementos! O excesso de vitaminas A, E e de cálcio pode ser tão prejudicial como a falta destes nutrientes. Contata com um veterinário especialista para te dar as orientações específicas para o teu animal de estimação. É melhor gastar dinheiro numa consulta para aprender sobre os cuidados preventivos e manter o teu animal de estimação saudável, dado que uma vez que ficar doente, as despesas serão superiores e pode ser demasiado tarde para salvá-lo.

Dra. Isabel Iglesias

« Anterior

Tartarugas-de-patas-vermelhas ou Morrocoy

Saúde e Prevenção de Doenças em Cães

Seguinte »

Deixe um comentário

Precisa de marcar uma consulta veterinária? Lembre-se que o seu veterinário de confiança é sempre o melhor profissional para o ajudar a tratar da saúde e dos cuidados do seu animal de estimação.