Alguns erros que deves evitar no teu aquário

Se te deixares levar por este fascinante hobby, aprenderás muito sobre como cuidar peixes e reproduzir o seu meio natural, para ter sempre uma fascinante parte da natureza ao alcance da tua mão. Neste post explicar-te-emos como evitar alguns erros que habitualmente cometem os principiantes. Trata-se de uma série de conselhos muito simples, que não vão supor custo algum, e que serão de grande ajuda para manter o teu aquário em perfeitas condições.

1. O condicionamento do aquário

  • É recomendável evitar os pequenos aquários em forma de bola . Não são apropriados por muitos motivos: São pequenos demais, não permitem uma boa oxigenação da água porque a superfície é pequena com relação ao volume e o seu formato circular é estressante para os peixes.
  • Escolhe um cascalho de grão médio, pois as pedras grandes acumulam muita sujidade e as pequenas impedem a circulação da água por debaixo. Isto afeta a qualidade da água e resulta nocivo para os peixes. Se gostares do cascalho de cores procura uma que seja natural sem corantes que possam contaminar a água.
  • Se fores hospedar vários peixes é importante procurar um filtro para aquários que seja apropriado. Isto pode resultar um pouco custoso, mas os benefícios são enormes: evitarás doenças, morte de peixes, má qualidade da água, acumulação de resíduos e vais criar uma saudável circulação de água dentro do aquário. Utilizar um filtro com capacidade ligeiramente superior ao volume do tanque, seria o ideal, assim vais ter a certeza que de será eficiente.
  • Coloca algumas plantas vivas no aquário. As plantas consomem os nitratos e assim completam a eliminação dos restos nitrogenados na água. Além disso, se tiveres peixes herbívoros, as plantas serão uma fonte de alimento saudável e natural.

Uma vez que tenhas criado o lar para os teus novos animais de estimação, chega o momento de escolher os peixes. É muito importante não hospedar demasiados peixes, pois o amontoamento provoca stress e geram-se tantos resíduos orgânicos que o filtro não pode eliminá-los ao mesmo ritmo em que se produzem. Se o amoníaco se acumular na água, resulta tóxico para os peixes. Por outro lado, escolhe espécies de peixes compatíveis, que não sejam agressivas e que tenham as mesmas necessidades de temperatura e alimentação.

2. Manejo e manutenção do aquário

  • Não limpes excessivamente o aquário. Recorda que o aquário é um meio vivo, no qual cada bactéria forma parte do ecossistema e é necessária para a vida das demais espécies. Realiza mudanças parciais de água cada 3-4 semanas ou quando os testes o indiquem. Não utilizes produtos para limpar o cascalho, já que nele se hospeda uma grande quantidade de bactérias que eliminam o nitrogênio. Simplesmente retira parte da água do fundo por sifão e substitui com outra limpa e sem cloro.
  • O aquário requer tempo até que se equilibram todos os peixes que nele abitam. Não deves ficar obcecado com o seu cuidado, já que apenas conseguiras stressar os peixes. Todas as tarefas de manutenção têm uma frequência adequada e se estiveres constantemente a colocar enfeites, o cascalho ou os filtros, não vais permitir que o ecossistema prospere. Apenas deves ficar relaxado e observar, vais acabar por conhecer a personalidade de cada peixe e perceberás se estiver doente.

3. A saúde dos peixes

  • O mais importante no aquário é manter a saúde dos peixes. Quando detectares algum problema o primeiro que deves observar é se a água estiver em perfeitas condições. Muitas vezes esta é a origem do problema e não faz falta medicar, apenas corrigir algum detalhe ou fazer alguma mudança parcial de água.
  • Em caso de doenças, evita utilizar demasiados medicamentos, já que podem danificar a saúde dos teus peixes. Respeita a dose e frequência de aplicação indicadas pelo fabricante. Não faças misturas e consulta com um especialista antes de acrescentar algum produto na água. A não ser que se trate de uma doença infecciosa declarada, muitas vezes é preferível criar um ambiente tranquilo e com excelente qualidade de água para que os peixes se recuperem naturalmente.

Finalmente, se fores principiante no mundo dos peixes, é preferível ir aos poucos. Começa com poucos peixes, poucas decorações, vais aprender e progredir na medida em que ganhas experiência. Assim vais conseguir o aquário dos teus sonhos com a menor perda de peixes possíveis e aproveitar ao máximo o teu orçamento.

Recorda que em TiendAnima encontrarás todo o que precisas para desfrutar ao máximo dos teus peixes e dar-lhes os cuidados adequados. Desde os melhores aquários e acessórios até a comida para peixes mais nutritiva.

« Anterior

A importância da desparasitação

Meu gato cheira mal: motivos e soluções

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.