Como criar guppys no seu aquário?

,

O Guppy (Poecilia reticulata) é uma das espécies de água doce mais populares. De fato, se quer criar guppys no seu aquário, fique atento aos conselhos sobre o tipo de aquário, alimentação e outros cuidados básicos que vamos ensinar-lhe de seguida.

Tamanho do aquário para guppys

Os guppys são peixes muito pequenos, por isso realmente não necessitam de muito espaço para viver. No entanto, requerem um espaço razoável, pelo que deverá assegurar que o aquário para guppys seja suficientemente grande para que não existam problemas de sobrepopulação.

Com efeito, na hora de escolher o seu aquário para guppys pode seguir a regra geral baseada na estimativa de que 5 litros de água são suficientes para cada exemplar.

Como criar guppys no seu aquário?

Proporção de machos e fêmeas

Sem dúvida, como mínimo é recomendável que haja um peixe guppy macho para cada duas fêmeas, já que os machos tendem a assediar as fêmeas e perseguem-nas se as encontram soltas e não têm refúgios disponíveis.

Acasalamento

Em princípio, aos três meses de vida é quando os guppys alcançam a maturidade sexual e quando os machos começam a procurar as fêmeas para acasalar. Por isso, durante esta época, o macho deposita o esperma na fêmea com o gonópodio localizado na sua cauda.

Assim sendo, quando uma fêmea é fecundada, pode guardar o esperma no seu interior para auto-fecundar-se depois de um parto.

Saber se a fêmea está fecundada

Se uma fêmea for fertilizada, mostrará uma leve protuberância e uma mancha preta no abdómen. Com o passar do tempo, essa mancha ficará maior e indicará que o tempo para dar à luz é iminente. Com efeito, o período de gestação das fêmeas é de aproximadamente um mês.

O que fazer durante e depois do parto

Quando a fêmea tiver passado o tempo de gestação, é hora de dar à luz, portanto, é importante que tenha em consideração algumas recomendações:

  • Retirar a fêmea para outro aquário para evitar que os outros peixes e as fêmeas comam os recém-nascidos.
  • A fêmea pode demorar a dar à luz todas as crias e, portanto, cumpra um tempo de prudência para que conclua o parto.
  • Quanto tiver terminado, volte a colocar a fêmea no aquário original e os recém-nascidos devem ficar noutro.
  • Quando as crias tiverem três semanas, deve passá-las para o aquário principal.

Acessórios para um aquário de guppys recém-nascidos

Para que os seus guppys vivam num ambiente que imite a atmosfera do seu habitat natural, como são os lagos da América do Sul ou as águas do rio Amazonas, necessitará de alguns elementos que ajudem a analisar a água e a mantê-la estável. Os acessórios para o aquário de guppys que deve incluir são:

  • Plantas para melhorar a qualidade da água e servir de refúgio para as fêmeas
  • Plantas flutuantes para atenuar la luz do aquário.
  • Um filtro para eliminar os resíduos.
  • Un aquecedor para manter a água entre os 18º e os 28º C.
  • Acondicionador para manter o pH da água entre 7 e 8.
  • Teste medidor da dureza da água, o dGH deve oscilar entre os 10 y 25.

Alimentação dos guppys recém-nascidos

O mais delicado na hora de criar guppys é a sua alimentação. Esta espécie é omnívora pelo que um alimento específico para guppy é ideal para alimentá-los 5 vezes por dia. Pode triturar o alimento se os grãos forem demasiado grandes para a boca dos peixes.

Siga estes conselhos para que os seus guppys cresçam cheios de vitalidade e com muita força. Dê-lhes os cuidados de que necessitam e converta-se num especialista na hora de criar guppys no seu aquário, uma das experiências mais bonitas da sua vida.



« Anterior

Como é o comportamento do papagaio arco-íris?

Quais são os benefícios da aquariofilia?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.