Análise da água nos aquários

Análise da água nos aquários

A análise da água é fundamental para garantir uma boa saúde dos peixes, tanto num aquário novo como num já instalado. Da mesma forma que compras um alimento para os teus peixes e artigos para a decoração, deverias ter também um kit para análise entre os acessórios indispensáveis de um aquário. 

Os elementos que devem ser medidos periodicamente são o amónio, o pH, os nitratos e nitritos. Há também outros kits disponíveis para medir a dureza da água e os fosfatos para os tanques que têm problemas com algas. Convém anotar os parâmetros para ter um bom registro e poder associá-lo depois com o que ocorre no aquário. 

Amónio: é extremamente tóxico para os peixes e pode levá-los a morte. Num aquário recém-instalado, costuma ser mais elevado, ainda que também pode sê-lo em tanques de mais tempo caso a água não seja trocada com a frequência necessária, que os filtros estejam sujos, se houver sobrepopulação de peixes ou se estiver sendo usado algum medicamento que altere o ciclo biológico. Num tanque já instalado, o amónio deveria ser medido e os resultados serem anotados uma vez ao mês de forma regular. Além disso, recomenda-se medir outra vez sempre que aparecer um peixe doente ou morto, assim, caso o nível esteja elevado, podes corrigi-lo rapidamente antes que mais peixes sejam afetados. 

pH: indica o grau de acidez ou alcalinidade da água. Muitas vezes não é levado em consideração, mas é um dos fatores de stress mais comuns podendo inclusive provocar a morte dos peixes. Qualquer variação, por menor que for, pode prejudicar os peixes se ocorrer de forma brusca. Quando comprares ou adotares um peixe novo, pede o valor pH da loja e compara-o com o do teu aquário, assim poderás preparar a adaptação do recém chegado. Se usares água da torneira, é melhor deixá-la repousar a noite inteira para que não saiam valores errôneos. É natural que ocorram mudanças no pH do tanque ao longo do tempo, por isso é recomendado medi-lo uma vez ao mês ou sempre que um peixe estiver doente

Se notares que o pH muda bruscamente no teu aquário, deverias medir a dureza em carbonatos (KH), pois esses sais presentes na água costumam manter o pH mais estável. Às vezes é necessário aumentar a dureza em carbonatos com os produtos que são vendidos especialmente para isso. 

Nitratos: aumentam com o tempo e são eliminados com as mudanças da água. Não são tão tóxicos como o amónio e os nitritos, mas causa stress nos peixes. Os jovens são mais sensíveis a este elemento do que os adultos. Também convém medi-los mensalmente. 

Nitritos: elevam-se durante o ciclo de nitrogênio inicial de um tanque novo e podem estressar ou matar os peixes. Às vezes ocorrem mini-ciclos no tanque já instalado em que também se produzem aumentos, por isso é necessário analisá-lo uma vez ao mês. Se os filtros estiverem em bom estado, este valor não deveria variar. Qualquer aumento indica que está a ocorrer um problema no aquário. A maneira mais rápida de diminuir os valores é trocar a água. 

Dra. Isabel Iglesias

Deixe um comentário