Cane Corso Cuidados e características

NomeMastim Napolitano
OrigemItália
Esperança de vida Entre 10 e 12 anos de idade
CoresPreto, preto tigrado, tigrado, cinza chumbo, cinza ardósia, cinza claro, castanho claro, castanho-escuro e castanho veado
PeloCurto 
AlturaAté 70 cm
PesoAté 50 kg
TemperamentoCalmo, treinável, tranquilo, reservado, dócil, protetor e desconfiado
NecessidadesAtividade física e boa nutrição
Perfeito paraFamílias com crianças

Origem e história do Cane Corso

A origem da raça de cão Cane Corso remonta ao Canis Pugnax, uma raça de mastim utilizada pelos exércitos do Império Romano como cão de guarda. A sua missão era a de proteger os soldados, enquanto caçavam animais como alimento para eles. O Canis Pugnax foi também utilizado em espetáculos para combater leões e gladiadores. De acordo com vários escritos encontrados, o Cane Corso é conhecido por ter pelo menos seis séculos de idade.

Esta raça tem sido utilizada principalmente como cão de guarda no campo, para defender o gado e a terra. Foi em 1981 que o Cane Corso foi aprovado pelo Ente Nazionale Cinofilia Italiana (ENCI).

Tipos de Cane Corso ou Mastim Napolitano

Dependendo da cor do pelo, existem diferentes tipos de Cane Corso.

Cores

Há muitas cores que esta raça de cão pode ter. Especificamente, encontramos o seguinte: preto, preto atigrado, atigrado, cinza chumbo, cinza ardósia, cinza claro, castanho claro, castanho-escuro e castanho veado.

Tipo de pelo

O mastim napolitano é um cão de pelo curto, sem outro tipo de pelo.

O cachorro Cane Corso

O cachorro Cane Corso caracteriza-se por ser brincalhão, afetuoso e ativo. Neste momento é muito importante cuidar devidamente da sua alimentação e pele para evitar patologias indesejadas e para ajudar o cão a crescer adequadamente.

Carácter da raça Cane Corso

O Cane Corso, como mencionado acima, é uma raça utilizada desde os seus primórdios como cão de guarda. Por esta razão, o seu carácter protetor foi fomentado, permitindo ao animal proteger a terra e os seus proprietários. Desta forma, o Cane Corso é caracterizado como um cão protetor e territorial com um grande apego aos seus cuidadores.

Apesar do que possa parecer, o Mastim napolitano é um cão perfeito para famílias com crianças, pois desempenha excelentemente o seu papel de guardião com os mais pequenos, sendo muito paciente e atencioso. No entanto, embora seja muito próximo de membros da família, é caracteristicamente distante e reservado com pessoas que não conhece.

Embora este cão seja dócil, próximo, leal e familiar, não é uma raça recomendada para todas as famílias. É um cão que precisa de atenção, paciência e tempo, uma vez que a sua complexão requer atividade física diária. Além disso, é necessário ter experiência prévia para poder treiná-lo corretamente.

Saúde do Cane Corso

Sendo uma raça grande, é muito comum o Mastim Napolitano sofrer de displasia da anca e do cotovelo. Além disso, sofrem frequentemente de problemas respiratórios e surtos de sarna, especialmente quando são cachorros. Por conseguinte, é importante não negligenciar as visitas veterinárias.

Cuidados típicos da raça

O Cane Corso não é um cão que requer grandes cuidados, mas requer uma rotina adequada. A atividade física juntamente com uma dieta saudável será a chave para manter uma boa saúde durante toda a sua vida.

Pelo

No que diz respeito ao pelo, é aconselhável escovar o pelo do animal uma vez por semana para evitar uma acumulação de pelo morto, o que poderia levar a vários efeitos indesejáveis, tais como o desenvolvimento de parasitas. Se o cão estiver no campo, escovar torna-se ainda mais importante, pois nestes ambientes é normal que os emaranhados e nós apareçam no pelo do animal.

Pele

A fim de não danificar o pelo do Mastim Napolitano, é aconselhável usar uma escova com cerdas curtas, não muito duras. Quanto ao asseio, o cão deve ser lavado a cada um ou três meses, dependendo das características do local onde vive e da sua rotina diária. Durante o período de muda de pelo, é aconselhável aumentar a frequência da lavagem.

Por outro lado, é recomendado um champô com um pH semelhante ao da sua pele e que não contenha cosméticos excessivamente agressivos.


Outros

Devido à sua natureza atlética, esta raça canina necessita de muita atividade. Assim, não é um cão que seja recomendado para famílias com pouco tempo ou muito sedentárias. É crucial que o animal tenha duas ou três caminhadas por dia em que esteja fisicamente ativo.


Qual é a melhor alimentação para o Cane Corso?

A melhor maneira de alimentar esta raça de cão é através de uma dieta dividida por fases. Desta forma, a sua alimentação é adaptada às suas necessidades nutricionais, que são diferentes para cada período de crescimento.

Fase de cachorro

Como cachorro, o Cane Corso deve ser alimentado exclusivamente com leite materno durante as primeiras oito semanas. Assim, não é aconselhável desmamar antes deste tempo, uma vez que fazê-lo tem uma série de efeitos prejudiciais para a saúde física e emocional do animal.

Uma vez desmamado, deve ser feita uma transição gradual para alimentos sólidos a fim de evitar problemas digestivos. Recomenda-se, portanto, que se comece com os alimentos triturados. Por outro lado, os alimentos neste momento devem ser ricos em calorias e conter proteínas de qualidade, para ajudar ao correto desenvolvimento dos seus músculos.

Fase adulta

Para cães Cane Corso adultos, recomenda-se uma alimentação baseada em dietas naturais cruas e ricas em nutrientes. Esta dieta deve ser pobre em gordura para evitar o aumento excessivo de peso no animal. Também deve ser rica em proteínas, pois trata-se de um cão com um elevado nível de atividade física.

A ração diária de comida deve ser dividida em duas ou três refeições, cuja proporção depende da atividade física e das características do cão. Se quiser recompensar este cão, é melhor utilizar alimentos saudáveis, tais como fruta ou vegetais.

Fase sénior

A alimentação na fase sénior não varia muito em relação à fase adulta. No entanto, é importante alimentar o Mastim napolitano com uma dieta que cuide das suas articulações, pelo que os alimentos ricos em ómega 3 e vitamina C devem ser incluídos.


Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Qual é a melhor escova para o teu cão?

Corte de pelo para a lulu da pomerânia

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.