Esterilização e castração de furões

É importante deixar claro que a esterilização não reduzirá por completo o odor do nosso furão, uma vez castrado ou esterilizado cheirará da mesma forma que antes de entrar no cio.

Antes de começar com o artigo, acreditamos conveniente fazer uma diferenciação de termos:

  • Castração. A castração é a extirpação cirúrgica das glândulas genitais, os testículos no macho (castração) e os ovários (ovariectomia) ou ovários e útero (ovariohisterectomia) na fêmea.  Quando as hormonas sexuais já não são produzidas, os impulsos sexuais do animal ficam suprimidos e, por tanto, também o cio e o comportamento que este produzia.
  • Esterilização. Ao contrário da castração, a esterilização deixa intatos os órgãos sexuais, mantendo o instinto sexual nos animais, mas tornando-os estéreis. Desta maneira os incómodos do comportamento sexual dos animais não ficam suprimidos.

Após este esclarecimento de conceitos devemos comentar que o mais comum em furões fêmeas e macho é a castração, a esterilização utiliza-se em machos (vasectomia) quando queremos aproveitar esta vantagem para cortar o cio a outras fêmeas inteiras. Desde agora falaremos sempre de castração por ser a intervenção mais usada geralmente.

Se não pensamos cruzar o nosso furão/furona e este já atingiu a idade mínima recomendada, podemos castrá-lo. NUNCA devemos castrar um furão/furona com menos de 12 meses, sempre é preferível esperar mais tempo. Atualmente existem diversas alternativas à castração.

Recomendações pre-castração:

Principalmente devemos ter em conta o jejum, já que o furão será submetido a uma intervenção cirúrgica e por tanto a uma anestesia. O jejum nos furões não deve ser tão elevado como em outro tipo de animais, basta com manter o furão sem nenhum tipo de alimento durante quatro horas antes da operação, o que devemos fazer é, antes de retirar a comida, ter a certeza de que o furão tem se alimentado previamente.  Para ter a certeza de que o furão se mantém as horas recomendadas sem comer, podemos oferecer 4 horas antes da intervenção uma papa nutritiva e logo a seguir retirar todo o alimento disponível na sua jaula.

Recomendações pós-castração:

Devemos ter em conta que o nosso furão pode ter a temperatura baixa devido à castração, por tanto devemos mantê-lo em um sítio cálido onde seja possível manter uma temperatura adequada, inclusive usando uma manta elétrica se fosse necessário.

É muito importante também mantê-los em uma jaula ou parque que não disponha de andares, pois poderiam magoar-se ao subir e descer.

Seria aconselhável que uma vez que estiver em casa oferecer uma deliciosa papa nutritiva já que ajudaremos com isto para que a digestão seja mais ligeira após a saída da anestesia.

A recuperação após a operação costuma ser bastante rápida, principalmente nos machos.

Dá uma olhadela a todos os nossos artigos de furões e aprende muito mais sobre as necessidades e os cuidados deste simpático animal.


« Anterior

Quais são os perigos para o teu cão na praia

O leite é bom para os gatos?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.