O ofegar nos gatos

Os gatos, tal como os cães, são capazes de ofegar mas, ao contrário dos cães, os felinos não ofegam para regular a sua temperatura. O ofegar é uma respiração ruidosa, excessiva e laboriosa que, nos gatos, pode ser causada por problemas inteiramente normais e naturais ou por doenças graves. 

Os gatos respiram pelo nariz, por isso não é muito comum ofegarem. Saber as razões pelas quais o teu gato está ofegante pode poupar-te mais do que um susto, pois pode ser por uma razão específica ou porque está a sofrer de algum tipo de patologia específica, demonstrada por este ofegar. 

Eis as razões pelas quais um gato pode ofegar e o que fazer se o ofegar do teu gato não for pontual. 

Porque é que os gatos ofegam?

O ofegar nos gatos, se esporádico, ocorre geralmente por razões fisiológicas, sendo as mais comuns as seguintes:

  • Exercício ou excitação: Existem alguns gatos, tais como gatos pequenos, gatos mais velhos e gatos mais ativos, que ofegam após intenso esforço físico. O exercício faz com que o ritmo cardíaco aumente, a respiração acelere e o gato ofegue.
  • Medo: O medo aumenta o ritmo cardíaco de um gato da mesma forma que o exercício, acelerando a respiração e fazendo com que o gato ofegue. 
  • Altas temperaturas: Os gatos toleram temperaturas entre 17 e 30 graus Celsius bastante bem. Como não têm glândulas sudoríparas, uma temperatura acima dos 30 graus fará subir a temperatura do seu corpo, provocando ofegação numa tentativa de perder calor por evaporação. Quanto mais quente for o gato, mais ofegante ele vai ser, por isso mantém uma tigela de água fria perto ou baixa a sua temperatura com toalhas ou flanelas molhadas para evitar surtos de calor. 
  • Gatos durante o parto: Devido ao esforço e exaustão do parto, é normal que os gatos acabem por ofegar, mesmo horas após o parto. Se a ofegação continuar durante dias, é melhor consultar um veterinário, uma vez que podem ter ocorrido complicações durante o parto. 

Porque é que o meu gato está a pôr a língua de fora e a ofegar?

Se o ofegar do teu gato não corresponder às causas acima mencionadas, é provável que tenha um problema mais grave que deve ser levado ao conhecimento de um veterinário.

Entre as doenças respiratórias, o sintoma mais comum da sibilância é a asma felina, inflamação dos brônquios pulmonares que os faz contrair para evitar a entrada de substâncias estranhas. Outra doença respiratória que provoca o ofegar em gatos é o derrame pleural, uma acumulação de líquido no espaço entre o pulmão e a pleura. 

O ofegar é também um sinal associado à anemia grave, hérnia diafragmática ou insuficiência cardíaca congestiva, bem como a outras doenças cardíacas. As plantas tóxicas para gatos, alguns medicamentos e certos alimentos podem causar intoxicações que resultam em dificuldades respiratórias que levam a ofegar.

Lembra-te que se notares quaisquer sintomas desconhecidos de ofegar no teu gato, deves levá-lo ao veterinário o mais rapidamente possível, que te dirá o que lhe pode estar a acontecer e qual a melhor forma de lidar com o problema.  

O meu gato está a ofegar no carro, o que posso fazer?

As viagens de carro podem ser vistas como atividades fora do seu ambiente habitual, que o podem fazer sentir-se inseguro, desconfortável ou temeroso, o que pode causar-lhe ofegar. 

Evitar que o teu gato ofegue quando viaja de carro não é muito complicado, mas há uma série de diretrizes a seguir para evitar que o teu gato passe um mau bocado:

  • Evita as temperaturas elevadas no carro abrindo as janelas ou ligando o ar condicionado. Já vimos que os gatos ofegam quando as temperaturas sobem acima dos 30 graus, e o carro é um lugar onde as temperaturas são ainda mais altas do que no exterior. 
  • Certifica-te de que o teu gato está bem hidratado, dando-lhe água a beber regularmente, e refresca-o colocando uma toalha humedecida sobre ele.
  • Faz várias paragens para entreteres o teu gato com brinquedos para o distrair. Se ele estiver solto no carro, certifica-te de que está a usar um arnês específico para gatos nos carros. Tenta entretê-lo o mais que puderes ou fazer-lhe festas para o informar que estás ao seu lado.
  • Nos dias que antecedem a viagem, habitua-o à transportadora para que ele não entre em pânico e saiba do que se trata. Deixa-o cheirar e coloca os seus brinquedos e cobertor lá dentro para que seja mais fácil para ele confiar. 
  • Utiliza feromonas de gatos para o fazer sentir mais seguro e confiante durante a viagem de carro. 
  • Não te esqueças de visitar o teu veterinário antes da viagem para obter conselhos sobre o que é melhor para o teu gato quando viaja para evitar quaisquer surpresas ou problemas. 

O que posso fazer se o meu gato está a ofegar muito?

Saber se o ofegar do teu gato é fisiológico ou patológico é importante para compreender o que fazer no caso do teu gato. Se for devido a uma questão específica, tal como exercício, stress ou uma visita ao veterinário, há uma série de medidas que deves tomar para acalmares o teu gato para que ele pare de ofegar:

  • Mantém o teu gato hidratado, especialmente durante o tempo quente.
  • Não o deixes comer plantas ou substâncias tóxicas.
  • Não o deixes engordar. A obesidade e o excesso de peso podem agravar as doenças e fazer com que o teu gato ofegue excessivamente.
  • Conversa com o teu veterinário se a razão para o teu gato estar ofegante não parecer ser uma coisa pontual. 

Agora sabes algumas das razões pelas quais o teu gato não para de ofegar. Lembra-te de visitar o teu veterinário se o seu ofegar não tiver razão aparente ou se o seu estado se agravar cada vez mais. 

Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Khao Manee: Dicas, cuidados e características

Gengivite nos cães

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.

Natal