Reprodução do hamster

,

Se já tens um hamster é provável que tenhas ficado encantado com esta pequena criatura e queiras fazer com que tenha filhotes. Antes de comprar o casal, deves conhecer alguns detalhes sobre a relação turbulenta entre machos e fêmeas desta espécie.

O que precisas saber antes da reprodução dos hamsters?

Primeiro deves contar com todos os elementos necessários, que incluem quatro gaiolas com os seus respetivos acessórios. Isso pode parecer exagerado, mas os hamsters dourados são agressivos e o casal não pode conviver. Apenas tiverem acasalado deves separá-los em diferentes gaiolas para evitar que a fêmea magoe o macho ou até mesmo o mate em uma briga. As outras duas são para separar os filhotes em dois grupos de machos e fêmeas, já que a partir das 4 ou 5 semanas já são capazes de se reproduzir.

Como podes ver, antes da reprodução do hamster é importante que tenhas pensado o que vais fazer com os pequenos, pois a gestação dura somente 15-16 dias e não é aconselhável que os filhotes convivam por muito tempo. São irmãos, mas o mais provável é que comecem a brigar. Lembra-te que na natureza os hamsters são animaizinhos solitários que só se reúnem para acasalar.

A idade mínima que deve ter o macho é de 14 semanas, e a fêmea, 10 semanas. O cio é difícil de detetar na fêmea. Geralmente pode ser visto um fio de muco na sua vagina, mas isso ocorre mais ao final do cio e pode ser que não esteja mais recetiva. Como as fêmeas entram no cio a cada 4 ou 7 dias durante um dia inteiro, o que podes fazer para facilitar a reprodução dos hamsters é levá-la à gaiola do macho (nunca o inverso) ao anoitecer de cada dia e observá-los atentamente. Se ela não estiver no cio, tentará mordê-lo, então os separas imediatamente até o dia seguinte. Neste momento em que ela estiver receptiva ocorrerá o acasalamento e, assim que terminar, deves separá-los cada um na sua gaiola.

Quando transferires a fêmea até o macho, deve ser sempre sempre em um recipiente para evitar tocá-la e deixar o teu odor, pois isso pode trazer problemas para o casal. Há uma exceção quanto à agressividade, os hamsters dourados «siameses» (brancos com o nariz e as patas escuras) e os de cor creme são muito menos agressivos e podem chegar a conviver de forma permanente. De qualquer forma, é conveniente supervisionar o encontro amoroso para que ela não magoe o seu companheiro.

Fases da reprodução do hamster

Quando a fêmea está receptiva verás como o casal se cheira, dão uns pequenos empurrões uns aos outros e correm a se perseguir pela gaiola. Logo ficam de pé sobre as suas patas traseira de frente um para o outro, como se fossem brigar, mas começam a se lamber e a se coçar mutuamente. Depois de várias repetições desta brincadeira amorosa, a fêmea fica quieta, eleva seu rabo e ocorre o acasalamento, que dura somente uns segundos. Durante o dia de cio isso pode se repetir várias vezes, até que ela volte a se mostrar agressiva como sempre e o romance acabe. É conveniente que não haja comida na gaiola do macho durante o cortejo, assim não se distraem e nem perdem tempo.

Gestação dos hamsters

A gestação dos bebês dura somente 16 dias. Durante esse tempo deves tentar não stressar a mãe. Chega perto somente para trocar a água e a comida e para retirar as fezes do canto que costuma usar como banheiro.

Limpa a gaiola e os acessórios e muda todo o substrato antes do acasalamento para que esteja preparado para a reprodução do hamster. Também vai precisar de abundante material para fabricar o seu ninho, que podem ser pedaços de tecido ou de papel, mas não pode ser algodão nem outras fibras onde possa ficar preso e lesionar suas patinhas. Ela escolherá o mais macio e suave para cobrir o interior da casa. O mais apropriado para o ninho é uma casinha de madeira maciça, sem cola que possa ter partes com secreções tóxicas. É conveniente que o teto possa ser retirado caso precises ver ou retirar algo sem perturbar a mãe. Este material é o melhor para manter a ninhada seca e quente. O plástico não absorve a humidade que é gerada pela transpiração dos hamsters e o interior da casa mofa, o que causa frio nos pequenos.

Durante todo o processo de reprodução dos hamsters é muito importante que a mãe se sinta tranquila e segura; não deve haver gente estranha a observá-la nem barulhos ou movimentos aos quais não está acostumada. Se tiveres um cão ou gato, procura que não se aproxime da gaiola durante a gravidez e a amamentação dos filhotes. Uma fêmea grávida assustada pode abortar os fetos, e uma mãe pode comer seus filhotes se pensar que há algum tipo de perigo para eles.

O canibalismo nos hamsters

O canibalismo não é pouco frequente na criação de hamsters. Uma das causas é quando a mãe tem menos de dois meses; ela está em plena etapa de crescimento e não tem capacidade suficiente para levar adiante seus filhotes, amamentá-los e continuar a crescer, portanto não é estranho que coma seus filhotes como se fossem um bom prato de proteínas, assim crescerá bem e estará forte para seu próximo acasalamento.

O parto dos hamsters

O parto ocorre na última hora da tarde. A fêmea fica muito inquieta, coloca e tira materiais do ninho a fazer as últimas preparações. No total, todos os filhotes nascem no decorrer de meia hora, e a mãe lambe e limpa cada um deles e corta o cordão umbilical antes de nascer o seguinte. Com suas lambidelas, tira todo o líquido amniótico do rosto para evitar que o aspire e estimula que comece a respirar. Logo come os sacos amnióticos e a placenta, de forma que o ninho fica completamente limpo quando o parto termina.

Não tentes ajudá-la e nem toques o ninho de 2 dias até 10 dias depois do parto. Qualquer cheiro estranho pode fazer a mãe sentir um perigo eminente para os seus filhotes e os matará quando nasçam. 

Os bebés de hamster

Os pequenos nascem sem pelo, mas já têm bem formados os seus incisivos e começam a mamar assim que o parto termina. Aos 5 dias começa a crescer o pelo e a mãe dá o primeiro alimento sólido, mas a amamentação continua até os 21 dias. Com uma semana já têm todo o corpo coberto por um pelo curtinho, podem percorrer distâncias de 15 cm e, apesar de terem os olhos fechados, sabem se orientar para voltar ao ninho.

Aos 11-13 dias abrem os olhos e já podem se movimentar por toda a gaiola. Às vezes a mãe suspende a amamentação cedo, aos 15-16 dias. Isso não deve te preocupar, pois os bebês já comem sementes e vegetais a essa idade. Somente garante que comam uma dieta rica em proteínas, com queijo suave ou camarão seco. Os pratos de comida e água devem ser bem baixos para que eles não tenham dificuldades.

A partir dos 21 dias deves ficar atento, pois a mãe pode começar a expulsar seus bebés do ninho com mordidas. Se isso ocorrer, separa-os em outras gaiolas. Aos 25 dias já deves retirar os pequenos da gaiola e levá-los à sua nova casa, machos e fêmeas separados. Lembra que aos 30 dias já são sexualmente maduros e podem acasalar, apesar de ainda serem muito jovens e precisarem continuar a crescer para levar adiante uma nova ninhada com sucesso.


Se gostaste deste post sobre a reprodução de hamsters e queres ler mais sobre estes animais, visita o nosso outro artigo de O que comem os hamsters?

Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Requisitos para el mantenimiento de un acuario de agua salada

Ratos como animais de estimação?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.