Cães no Natal: celebra bons momentos junto ao teu melhor amigo!

,

Se as festas natalícias já são um momento de alegria por diferentes motivos, celebrar em companhia de um cão deixa esses momentos ainda mais especiais. E isso não é surpresa já que a atmosfera natalícia, marcada por enfeites, visitas e presentes, se une à oportunidade de viver estas datas junto a um animal que enriquece qualquer momento.

É por isso que em dias tão importantes é fundamental ser consciente de tudo o que oferece um cão na vida das pessoas: estar sempre acompanhado, receber demostrações de carinho constantemente, momentos de brincadeira que alegram o seu dia-a-dia, socializar com outras pessoas e animais que são unidos pelo mesmo vínculo…

Tudo isso e muito mais se intensifica em uma data na qual mais do que nunca se deve reivindicar e colocar em prática a importância da posse responsável

Conselhos para aproveitar o Natal com os cãezinhos

No momento de celebrar o Natal com cães, é preciso considerar uma série de aspetos com relação à sua saúde, visto que são numerosos os riscos que um cão pode correr durante o Natal.

  • Elementos decorativos: árvores de Natal, com os seus respetivos enfeites pendurados, neve artificial, o presépio… São muitos objetos que podem chamar a atenção do cão e também podem magoá-lo caso os ingira. Por isso, é recomendável manter o animal longe de qualquer elemento decorativo.

Também, certas plantas, como as flores Manhãs de Páscoa, típicas do Natal, são tóxicas e não somente se forem ingeridas, mas também pelo mero contato com a pele, ao causar irritação.

Outro risco são as luzes, que podem ocasionar um grave acidente caso o cão decida morder os fios. Por isso é conveniente desconectar todo o aparelho elétrico quando o animal estiver presente, especialmente se ele fica sozinho em casa.

E caso queiras colocar uma fantasia de Natal no teu cão, não deves esquecer que deve ser confortável para o animal e não provocar nenhum incômodo.

  • Alimentos proibidos: com a quantidade de comida e de bebida que circula pela mesa durante a celebração destas festas, é tentador oferecer restos ao cão. No entanto, alimentos como o chocolate e o álcool, entre vários outros podem causar vômitos e diarreia, além de acarretar outros problemas de saúde a longo prazo, visto que são tóxicos para o seu organismo.
  • Pirotecnia e outros estímulos desconfortáveis: os fogos de artifícios ou foguetes costumam provocar um medo atroz nos cães devido ao ruido ensurdecedor. Por isso, é importante manter o cão em casa enquanto são soltos esses materiais pirotécnicos. Da mesma forma, é conveniente criar uma espécie de refúgio, principalmente para aqueles que se assustam mais, onde não faltem brinquedos para que se distraia. 

Além disso, com o tráfico de visitas que passa pela casa, o horário para atender o cão pode ser modificado. Apesar disso, é vital que sejam respeitadas as suas horas para comer e passear. E neste último caso, é aconselhável evitar as zonas mais transitadas, sem esquecer que sempre devem estar identificados com o seu chip correspondente para o caso de que fuja ou se perca. 


A adopção de um cão no Natal é muito mais do que um presente, é uma responsabilidade

A chegada das festas de Natal também é um momento em que muitas pessoas decidem dar animais de estimação de presente. Como a adoção é a melhor opção, é preciso considerar uma série de condições antes de se responsabilizar pela vida deste animal ou colocar nesse compromisso outra pessoa.

Por isso, os especialistas recomendam que a pessoa em questão tenha expressado o seu desejo de ter um cão, sendo também capaz de cuidá-lo. Por ser um presente, o interesse pelo animal pode decair depois do período natalício, algo que se deve evitar a todo custo.

Por isso é útil meditar bem sobre a eleição de um cão com as suas respetivas características em função do estilo de vida que leve a pessoa que irá se encarregar dele, já que assim pode-se garantir uma sintonia entre ambos.

Também não devemos esquecer que a adoção de um cãozinho deve ser a partir da oitava semana de vida, sem esquecer que o animal irá crescer e precisar passar por um processo de educação e socialização que requer paciência, principalmente se é um dono de primeira viagem.

Com todos estes conselhos, o que se pretende é evitar o contínuo abandono de cães que ocorre quando passa o Natal, e reivindicar uma posse responsável independente da data em que se decida adotar um cão. Por isso, também é necessário conscientizar sobre os benefícios da adoção perante da compra do animal.


Se precisar de algo para o seu animal de estimação, na Tiendanimal queremos ajudá-lo. Encontre a sua loja mais próxima ou se preferir, faça a sua encomenda na nossa loja online especializada em produtos para animais de estimação, a número um em Espanha, e não perca as nossas ofertas!

Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Como podes saber se o teu gato tem febre?

Como escolher uma casota para o meu cão?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.

Natal