Qual é a origem do gato romano?

,

Rodeado por imperadores durante o Grande Império, a origem do gato romano remonta há muitos séculos. Com efeito este animal tinha como missão caçar as pragas de ratos da época, para manter os roedores longe das provisões transportadas pelos soldados nas suas expedições.

De fato a raça nasceu em África, mas foram os romanos que a trouxeram para o nosso continente, onde adquiriu o nome de gato comum europeu. Desde então, é um animal de estimação habitual nas nossas casas. Por isso, conheça todos os detalhes da origem, características físicas e personalidade deste felino encantador.

A origem histórica do gato romano

É sabido que o gato comum europeu ou romano nasceu em África, mas ainda não se sabe ao certo quem são os seus antepassados. A teoria mais difundida é que vem do gato selvagem africano, embora haja muitos que afirmam que também tem mistura de gatos da selva. Por isso, com o passar dos anos, tornou-se uma raça nascida de múltiplos cruzamentos naturais e de uma evolução natural, sem processos artificiais de cruzamento.

Com toda a certeza, a versão histórica da origem desta raça mais atrativa é aquela que afirma que chegaram à Europa pela mão dos imperadores romanos. Dessa forma, quando estavam em expedição, estes gatos acompanhavam-nos para caçar os ratos que colocavam em perigo os víveres dos soldados.

Nas suas origens a sua missão era unicamente a de serem caçadores, com o tempo converteram-se em animais de estimação muito apreciados para as casas. Por isso em 1982, a Federação Internacional Felina reconheceu-os como uma raça oficial com o nome de gato comum europeu.

Características do gato comum europeu ou gato romano

Esta espécie é caracterizada pelo seu tamanho médio, uma estrutura corporal forte e sólida, cabeça redonda, membros musculosos e pêlo curto. O seu peso varia entre os 3 a 6 kg, a sua saúde é forte (sem patologias hereditárias), e vivem de 14 a 16 anos.

Estes são os traços semelhantes que partilham os gatos romanos. O resto das características físicas não são comuns em todas as espécies, já que se trata de uma raça com uma variedade muito extensa.

Por exemplo, os seus olhos podem ser amarelos, azuis ou verdes – esta última é a cor mais comum. Inclusive podem até ter cada olho de cor diferente (uma característica chamada heterocromia).

A sua pelagem é muito variada: da monocolor (laranja, preto, cinza ou castanho), bicolor (branco/laranja ou branco/preto) ou tricolor (laranja, branco e preto), até uma combinação de vários tons que lhes dá uma aparência tigrada ou malhada.

É uma raça que não precisa de demasiados cuidados extra além dos hábitos essenciais para a higiene de um gato, visitas regulares ao veterinário ou vigiar a sua alimentação.

Os traços do seu caráter

A origem do gato romano e a mistura dos seus genes são dois fatores que fazem com que não se possa falar de uma única personalidade. No entanto, cada membro desta espécie é um mundo e tem o seu próprio caráter.

No entanto, existem alguns traços concretos que permitem categorizar a sua personalidade, e o primeiro deles é que o gato romano é muito inteligente e tem uma grande capacidade para adaptar-se a novos ambientes e condições de vida.

Apesar disso, a sua origem caçadora faz dele um animal muito ativo que necessita queimar energia diariamente. Portanto, deve entreter-se diariamente com brinquedos especiais para gatos que mantenham em dia a sua atividade física e mental. Se procura um companheiro tranquilo e carinhoso, mas ao mesmo tempo independente e forte, o gato romano será o seu companheiro ideal. No entanto, cada um deles tem uma personalidade própria que, se aprendermos a respeitar, permitirá desfrutar da sua companhia e amor infinito.


« Anterior

Conheça estes cinco cães de raça média

Que truques pode ensinar ao seu cornish rex?

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.