Como alimentar um labrador?

Neste artigo vamos ver como alimentar um labrador retriever, se é melhor dar comida húmida, quais tipos de ração são os melhores de acordo com as suas necessidades nutricionais e porque é importante proporcionar um alimento de qualidade ao teu animal de estimação.

Para que o teu cão tenha uma boa saúde é muito importante dar-lhe um alimento de qualidade que se adapte às suas necessidades nutricionais de acordo com a sua idade e as suas características físicas, como o tamanho, por exemplo. Há rações para cães grandes, médios e pequenos, assim como para cachorros, cães adultos ou seniores; para saber como alimentar um labrador corretamente, o primeiro que temos que ter em conta é a sua idade, seguida do seu tamanho.

Antes de começarmos a falar sobre como alimentar um labrador, vamos falar um pouco sobre esta fantástica raça de cães para poder conhecê-los melhor. O labrador retriever é um dos cães mais conhecidos e populares do mundo; a sua inteligência, o bom comportamento e a energia fazem com que seja considerado uma das melhores opções de animal de estimação para pessoas de qualquer idade. Além disso, os labradores são muito conhecidos como cães de trabalho, resgate e assistência para pessoas com deficiência.

Ração adequada para um cão labrador cachorro

O labrador não é somente conhecido pelo seu caráter amável e dócil, também é famoso pelo seu apetite, por isso devemos controlar com atenção a sua alimentação para evitar o excesso de peso e outros problemas de saúde associados. O primeiro determinante para decidir a melhor comida para ele é a sua idade; se o teu cão tem entre 2 e 12-15 meses, deves dar uma ração específica para cachorros de raça grande. Os cães devem se alimentar do leite da sua mãe durante os 45 primeiros dias de vida, se isso não é possível, existe leite especial para cachorros que podes utilizar até que o período de lactação passe. É muito importante que nesta etapa da vida ele se alimente de uma ração de alta qualidade para que os seus ossos e músculos se desenvolvam de forma correta e tenham um crescimento ótimo.

A frequência das comidas é um ponto muito importante, ainda mais na etapa de cachorro de um labrador. Não deves encher a sua tigela de comida e deixar que coma a quantidade que quiser e quando quiser, mas deves estabelecer horários e porções segundo a sua idade: até os 3 meses deve comer entre 4 e 5 vezes por dia; entre os 3 e os 6-8 meses, 3 vezes; e, a partir dos 6 meses, 2 vezes por dia. Quando o labrador é adulto, podes reduzir a frequência a uma só porção por dia, desde que isto não faça com que o cão sinta muita mais vontade por passar tantas horas entre as refeições.

Como alimentar um labrador adulto com uma ração equilibrada

A partir de um ano de idade (pode se estender desde os 12 meses até os 2 anos), o teu labrador já pode passar a comer uma ração para cães adultos. Podes escolher entre uma ampla variedade de marcas, linhas e sabores, inclusive uma ração específica para a raça como a de Royal Canin Labrador, para cachorros e adultos, e Advance Labrador. Deves escolher um alimento completo que tenha uma alta percentagem de carne para que o seu corpo esteja forte, com uma boa musculatura, e que proporcione toda a energia que precisa no seu dia-a-dia, também é importante que seja baixa em gorduras, já que os labradores são bastante glutões e propensos a engordar.

Os cães de raça grande geralmente sofrem de displasia de quadril, cotovelo ou artrite devido ao seu tamanho e peso, por isso é muito importante escolher uma alimentação com a qual mantenham um peso adequado. As rações light ajudam a controlar o seu peso e a prevenir estes problemas. Algumas rações incluem na sua composição a condroitina e a glucosamina, dois suplementos que favorecem a flexibilidade das articulações para mantê-las saudáveis.

Além de oferecer uma ração baixa em gorduras e com um alto conteúdo de carne que lhes proporcione proteínas de qualidade, deve ser completa e equilibrada, com uma grande contribuição de vitaminas e minerais que contribuam para o seu bem-estar. Não te esqueças de que, apesar de eles adorarem pedir nossa comida, ela não é adequada porque não está desenhada para o seu delicado estômago e pode fazer-lhes mal; além disso, nossa comida pode provocar facilmente excesso de peso neles, e já falamos do prejudicial que é para a sua saúde.

O que podes oferecer-lhes, sempre de maneira razoável e seguindo os conselhos de cada marca, são deliciosos snacks ou prémios como os semi húmidos ou os snacks dentais, que eles adoram e, além disso, limpam os seus dentes e previnem o tártaro.

É recomendado alimentar um labrador adulto com comida húmida?

Todas as marcas e linhas de ração contam com uma tabela de quantidades recomendadas especificadas em cada embalagem de alimento; somente deves ter em conta o seu peso e checar nela quantas gramas de alimentos deves dar-lhes por dia. De vez em quando, podes complementar a ração com comida húmida para cães para oferecer uma receita deliciosa e suculenta. É importante reduzir a quantidade de ração nesse dia para equilibrar. A comida húmida é muito mais deliciosa para eles e proporciona uma melhor hidratação, mas não é adequada como alimento diário por ser mais calórica que a ração, o que pode levar ao excesso de peso. Além disso, não contribui para eliminar o tártaro dos dentes.

Portanto, para saber como alimentar um labrador para que tenha uma saúde ótima, deves ter em conta vários pontos:

  • Escolher a comida correta de acordo com a sua idade e tamanho.
  • Optar por uma ração light ou baixa em gorduras com um alto conteúdo de proteínas de qualidade.
  • Vigiar o seu peso e dar-lhe sempre a porção diária recomendada em cada alimento.
  • Não abusar de prémios nem comida caseira para evitar o excesso de peso.
  • Escolher como primeira opção a ração seca e deixar a comida húmida como um agrado de vez em quando.
  • Também é conveniente que faça exercícios ou que passeie todos os dias para contribuir a manter-se com um peso saudável. Evita o exercício logo após comer, para prevenir a vólvulo dilatação do estômago.

Ajudante Técnico Veterinário especializada em etologia canina. Tiendanimal me permite trabalhar no que mais me apaixona: o mundo animal. Consigo conciliar o meu trabalho com voluntariados em protetoras, santuários, reservas e qualquer evento ou atividade relacionada. Tenho participado de diversos seminários e cursos relacionados com a educação canina, as aves, a primatologia e muito mais. Desfruto a aprender cada dia mais destes incríveis companheiros com os que temos a sorte de conviver.

« Anterior

Comida para canários: tudo o que precisas saber

Como acostumar o teu cão com as visitas

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.