É difícil cortar as unhas do meu gato em casa?

As unhas dos gatos são muito compridas e afiadas para poder defender-se, agarrar-se a superfícies verticais e escalar. Quando um gato vive dentro de um apartamento, esta característica deixa de ser útil para tornar-se num problema, dado que lhe permite subir pelas cortinas, fazer buracos nos estofados ou deixar-te uma feia marca na pele se te arranhar.

Uma solução muito simples para este problema é manter curtas as unhas do teu gato. O procedimento é simples e não resulta doloroso, de modo que se o animal se habituar desde pequeno, não será difícil fazê-lo tu mesmo. Desta forma vais evitar algumas visitas ao veterinário, algo que os gatos não desfrutam. Além disso, vais poupar bastante dinheiro.

Se o teu gato ainda continua a arranhar depois de lhe teres cortado as unhas, podes experimentar com os protetores de unhas. São muito cómodos, leves, fáceis de colocar e resultam ótimos para proteger os móveis e estofos.

O único que necessitas é um corta unhas para gatos bem afiado e um pouco de paciência. Começa sempre com suavidade para o gato não ficar assustado com o procedimento. A seguir, oferecemos-te os passos necessários, nos quais vais demorar mais ou menos tempo, segundo a personalidade do teu animal de estimação.


Primeiro deverás conseguir que o gato se familiarize com a tesoura para cortar unhas. Para isso deves mostrar-lhe a tesoura sem fazer nada ou deixá-la ao lado dele para ele cheirar; depois deves dar-lhe uma guloseima. Brinca com as suas patas, expondo as unhas com suavidade, mas só para conseguir que se habitue a este tipo de contato. Não lhe faças nada até que comece a ficar mais confortável. Não é necessário apertar muito com os dedos para que a unha fique exposta. Pratica até que consigas fazê-lo com uma mínima pressão. Pode ajudar ter sempre uma guloseima ou um bom brinquedo à mão como prémio.

Depois podes passar ao primeiro corte. Procura um momento em que o gato esteja tranquilo e relaxado. Olha a fotografia para saberes onde deves cortar; só podes tirar a ponta da unha sem tocar nunca na parte rosada, já que é o vaso sanguíneo. Não só irá sangrar, mas também ficará dolorido. Se o cortares, será mais difícil a próxima vez. Convém ter à mão um pó hemostático para te ajudar a deter a hemorragia, no caso de sangrar (é muito pequena, mas às vezes demora uns minutos em parar).

Toma o dedo do gato entre os teus dedos polegar e indicador e pressiona ligeiramente para empurrar a unha para adiante até ficar exposta. Coloca o corta-unhas em posição (com confiança, é muito simples!). O corte deve ser feito com um movimento rápido e seguro da tesoura, e depois uma carícia. Repete o mesmo em cada dedo (são 5 nas patas dianteiras e 4 nas patas traseiras). Usualmente as garras traseiras são mais curtas e menos afiadas que as dianteiras e em muitos casos nem sequer é preciso cortá-las.

Se o gato se mostrar nervoso, deixa-o descansar e continua em outro momento. Evita brigar com ele porque irás gerar aversão ao corte de unhas. Recorda que deverás repetir o procedimento a cada 3 ou 4 semanas para manter as unhas bem arranjadas.

Artigos relacionados:

« Anterior

Conselhos para cuidar o teu lago de jardim com regularidade

LaPerm

Seguinte »

Deixe um comentário

¿Necesitas hacer una consulta veterinaria? Recuerda que tu veterinario de confianza es siempre el mejor profesional para ayudarte con la salud y el cuidado de tu mascota. Mas, da Tiendanimal , queremos sempre oferecer o melhor e, para isso, temos uma equipe de especialistas que o aconselharão através do Serviço de Consulta Veterinária em nosso site.